Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Média móvel de casos de Covid-19 dispara e atinge maior nível na pandemia

Índice sobe 348% em duas semanas; curva de mortes também aumenta significativamente: avanço de 120% nos últimos 14 dias

Por Thaís Gesteira, Felipe Mendes Atualizado em 29 jan 2022, 18h55 - Publicado em 22 jan 2022, 20h18

A disseminação do vírus da Covid-19 segue em estágio acelerado no Brasil. De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde e monitoramento feito por VEJA, o Brasil apresentou, neste sábado, 22, média móvel de 133.350,3 novos casos: o índice mais alto em toda a pandemia. O indicador é 348,7% maior do que o registrado há duas semanas. De acordo com a avaliação feita por infectologistas, basta 15% de variação para cima para que o patamar de risco da pandemia seja classificado como alto.

Com os 157.393 novos diagnósticos registrados nas últimas 24 horas, janeiro já soma, em três semanas, mais de 1,6 milhão de casos de Covid-19, número maior do que a soma dos últimos quatro meses de 2021, quando somaram pouco mais de 1 milhão e meio de infectados.

Com o estágio de infecção mais acelerado, o número de mortes provocadas pelo coronavírus também apresenta alta. Neste sábado, o levantamento de VEJA registrou média móvel de 261,4 óbitos – a maior desde 19 de novembro – e variação de 120% na comparação com as duas semanas anteriores.

Em meio ao avanço do contágio pela enfermidade no país, o Ministério da Saúde publicou uma nota técnica na última sexta-feira, 21, em que diz que sinaliza o uso da hidroxicloroquina como “seguro” para o tratamento do vírus. A norma contraria o que diz a Organização Mundial da Saúde e cientistas pelo mundo, já que o fármaco é considerado ineficaz para o combate à doença.

O cálculo da média móvel feito por VEJA consiste em somar todos os registros dos últimos sete dias e dividir o total por sete. Assim, é possível ter uma visão ampla do atual momento da pandemia. Os gráficos ao final da matéria mostram a evolução diária da média móvel no Brasil, nas cinco regiões geográficas e nos 26 estados da Federação (mais o Distrito Federal).

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 157.393 novos diagnósticos positivos e 238 novos óbitos por Covid-19. Em toda a pandemia, são 23.909.175 contaminados pelo vírus e 622.801 vítimas em todo o território nacional.

Continua após a publicidade

Confira a média móvel da pandemia da Covid-19 no Brasil, nas cinco regiões do país e em todos os Estados:

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês