Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Maior parte de SP volta para fase amarela até dia 31

A região de Presidente Prudente é a única que não poderá flexibilizar as atividades econômicas neste período

Por Giulia Vidale Atualizado em 28 dez 2020, 19h41 - Publicado em 28 dez 2020, 19h38

A maior parte do estado de São Paulo voltou à fase amarela do Plano São Paulo nesta segunda-feira, 28, após três dias de restrição máxima, durante o natal. Apenas a região de Presidente Prudente deverá permanecer na fase vermelha entre 28 e 31 de dezembro.

O plano do governo João Doria para o final de ano prevê períodos de liberação intercalados com aumento da restrição, em modelo semelhante ao adotado pela Itália. Até 24 de janeiro, as demais regiões do estado – exceto Presidente Prudente – estavam na fase amarela. Entre 25 e 27, houve a reclassificação para a fase vermelha. Medida que voltará a valer nos dias 1, 2 e 3 de janeiro.

Na fase vermelha, a mais restritiva do plano de flexibilização da economia, apenas atividades essenciais, como farmácias, serviços de saúde e supermercados podem funcionar. Restaurantes e outros serviços de alimentação apenas podem atender em regime de delivery ou retirada. Já a fase amarela libera o funcionamento dos serviços acima, além do comércio de rua, shoppings, bares e restaurantes com atendimento no local, parques, clubes, salões de beleza e academias, desde que respeitadas as regras de higiene e distanciamento social.

A nova determinação do governo Doria foi anunciada na semana passada, devido ao temor de uma possível explosão do número de casos e mortes por Covid-19 após as festas de fim de ano. De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, o número de novos casos da doença em dezembro é seis vezes maior que nos três primeiros meses da pandemia.

Apesar da restrição, diversas cidades do estado não acataram a ordem do governo estadual de endurecer a atividade econômica durante o natal. Foram elas: Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos, São Vicente, São Sebastião, Caraguatatuba, Ubatuba, Ilhabela, Mogi das Cruzes, Cotia, Bauru, Olímpia, Catanduva e Socorro.

Mais doses da CoronaVac chegam a São Paulo

Nesta segunda-feira, 28, um novo lote com mais 500.000 doses da vacina CoronaVac chegaram a São Paulo. A carga desembarcou no fim da manhã, no aeroporto de Guarulhos, em um voo da Turkish Airlines, que saiu de Pequim, na China, e fez escala na Turquia. Segundo informações do governo do estado de São Paulo, todo o lote é composto por doses já prontas para a aplicação. Na próxima quarta-feira, 30, será entregue o sexto lote com 1,5 milhão de doses prontas.

Continua após a publicidade
Publicidade