Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

EUA autorizam vacina da Pfizer em crianças a partir de 12 anos

Autorização dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças ocorreu nesta quarta-feira; aplicação deve ser liberada nos próximos dias

Por Giulia Vidale Atualizado em 12 Maio 2021, 16h57 - Publicado em 12 Maio 2021, 16h25

Os Centros de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC na sigla em inglês), autorizaram nesta quarta-feira, 12, o uso da vacina contra Covid-19 da Pfizer-BioNTech em crianças e adolescentes entre 12 anos e 15 anos de idade. Na semana passada, a FDA, agência que regula medicamentos no país, já havia dado o sinal verde, mas faltava a liberação do CDC para que o imunizante pudesse começar a ser utilizar em pessoas dessa faixa etária.

A expectativa é que a imunização deste grupo comece nos próximos dias e beneficie 17 milhões de adolescentes de 12 a 15 anos. O uso da vacina da Pfizer em pessoas a partir de 16 anos já estava autorizado nos EUA.

O Comitê Consultivo do CDC também autorizou a aplicação simultânea da vacina contra Covid-19 com outros imunizantes. Inicialmente, a recomendação era esperar 14 dias entre a vacina contra o novo coronavírus e outros imunizantes. Mas os especialistas acreditam que não haverá problema. Segundo Rochelle Walensky, diretora do CDC, dados mostram que não há alteração da eficácia nem de efeitos colaterais quando outras vacinas são administradas ao mesmo tempo e o mesmo deve se aplicar à vacina contra Covid-19.

Ao liberar a administração de mais de uma vacina ao mesmo tempo, o CDC espera aumentar a taxa de vacinação de adolescentes em geral, que caiu no último ano.

Continua após a publicidade
Publicidade