Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Dieta do brasileiro é carente de vitamina – e abusa do sódio

Já o consumo energético médio do brasileiro varia de 1.490 kcal a 2.289 kcal

Por Da Redação 28 jul 2011, 10h49

Rica em calorias e pobre em nutrientes, a dieta dos brasileiros resulta num consumo inadequado de vitaminas, cálcio e sódio, de acordo com levantamento do IBGE divulgado nesta quinta-feira. Entre os homens, por exemplo, 88,7% ingerem uma quantidade de sódio acima de 2.300 miligramas diariamente. Entre as mulheres, o total chega a 69,7%. Na população masculina com idades entre 19 e 59 anos, o consumo de sódio chega a ultrapassar os 5.200 miligramas.

O brasileiro é, também, carente da ingestão das vitaminas D – 99,6% dos homens e 99,2% dos mulheres têm um consumo inadequado da substância – e E (99% dos homens e 100% dos mulheres não ingerem a quantidade ideal desta vitamina). O consumo diário de cálcio é insuficiente entre 83,8% dos homens, 90,7% das mulheres até 59 anos e 96,7% das mulheres de 51 a 59 anos.

Faixa etária – Em pessoas com 60 anos ou mais, a baixa ingestão de vitamina E chega a 100% para ambos os sexos. Já a da vitamina D chegou a 99,6% dos homens e 99,4% das mulheres. O consumo irregular de cálcio chegou a 85,9% para os homens até 70 anos, a 94,3% dos homens a partir dessa idade e a 95,8% para mulheres. Já a ingestão diária de sódio acima do limite chegou a 80,4% dos homens e 62,2% das mulheres desse grupo etário.

Na faixa dos 10 aos 13 anos de idade, 96,4% dos meninos e 97,2% das meninas registraram ingestão de cálcio abaixo do valor mínimo diário recomendável; o mesmo ocorreu com a vitamina D para 99,4% dos meninos e 99,0% das meninas; e, com a vitamina E, para 99,2% e 99,8%, respectivamente. Já a ingestão de sódio acima do limite diário máximo tolerável desse grupo (2.200 miligramas) foi registrada para 81,5% dos meninos e 77,7% das meninas.

Entre adolescentes de 14 a 18 anos, o consumo diário inadequado de cálcio foi registrado para 95,1% dos rapazes e 97,3% das moças; para a vitamina D, para 99,4% e 98,8%, respectivamente; e, para a vitamina E para 99,9% e 100%, respectivamente. O consumo diário excessivo de sódio para este grupo etário (acima de 2.300 miligramas) foi visto em 88,9% para os meninos e 72,9% para as meninas.

Continua após a publicidade

Calorias – O consumo energético médio da população brasileira variou de 1.490 kcal a 2.289 kcal. As maiores médias de ingestão de energia foram dos homens na faixa dos 14 aos 18 anos (2.289kcal/dia). Para ambos os sexos, os menores valores de ingestão energética foram na faixa de 60 anos ou mais: 1.490kcal/dia para mulheres e 1.796kcal/dia para homens. A região Norte apresentou as maiores médias de ingestão de energia diária, que variaram de 1.660kcal a 2.496kcal. As menores médias foram observadas no Nordeste, que variaram de 1.448 kcal a 2.289 kcal.

As médias diárias de ingestão de colesterol foram menores para as mulheres (de 186,3 miligramas a 237,9 miligramas), quando comparada aos homens (de 231,1 miligramas a 282,1 miligramas) em todos os grupos etários. A ingestão média diária de açúcares totais variou entre as faixas etárias. Os adolescentes tiveram os índices mais elevados, variando de 105,4 gramas a 113,1 gramas nos rapazes e de 106,8 gramas a 110,7 gramas nas garotas. O consumo médio diário de açúcar total entre esse grupo foi cerca de 30% maior do que o dos idosos e entre 15% e 18% maior que dos adultos.

Leia também:

Brasileiro consome menos frutas e legumes do que o ideal

Brasileiro com maior renda mais come menos arroz e feijão

Campanha nacional alerta para consumo excessivo de sal

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês