Clique e assine a partir de 8,90/mês

Diabetes gestacional pode aumentar risco de doença cardíaca na meia-idade

Em um estudo de vinte anos, cientistas descobriram que a condição é um fator de risco para aterosclerose, moléstia que pode causar infarto e AVC

Por Da Redação - 12 mar 2014, 17h47

Gestantes diagnosticadas com diabetes podem ter maior risco de desenvolver doenças cardíacas na meia-idade, revelou um estudo publicado nesta quarta-feira no periódico Journal of the American Heart Association.

O diabetes gestacional, que se manifesta durante a gravidez e normalmente some depois do parto, eleva o risco de a mãe desenvolver diabetes no futuro. Durante a gestação, a condição é tratada com dieta, atividade física e, às vezes, insulina e outros medicamentos.

Saiba mais

DIABETES GESTACIONAL

O diabetes gestacional é um distúrbio que acomete de 1% a 3% das grávidas, ocorrendo com mais frequência em mulheres obesas. A maioria das grávidas com diabetes gestacional desenvolve a doença por não conseguir produzir insulina suficiente para regular sua taxa de glicose. O problema pode levar a complicações ao recém-nascido, como icterícia, hipoglicemia e problemas respiratórios. O diabetes gestacional pode levar ainda à hipertensão e à perda de proteínas pela urina durante a gestação. Após o parto, a condição costuma desaparecer. Com o passar dos anos, no entanto, grande parte das mulheres que tiveram diabetes gestacional acabam desenvolvendo diabetes tipo 2.

Continua após a publicidade

Em um estudo de vinte anos, pesquisadores descobriram que um histórico de diabetes gestacional pode ser, isoladamente, um fator de risco para aterosclerose – doença que se caracteriza pelo entupimento dos vasos sanguíneos e pode causar infarto e AVC – na meia-idade, antes do aparecimento de diabetes e de doenças metabólicas.

“A gravidez não tem recebido a devida atenção como um período da vida que pode sinalizar um maior risco de doenças cardíacas no futuro”, diz Erica P. Gunderson, autora do estudo e pesquisadora do instituto de saúde Kaiser Permanente, nos Estados Unidos. “Esse sinal é o diabetes gestacional, uma condição que eleva o açúcar no sangue durante a gravidez.”

Leia também:

Nascimento prematuro pode elevar risco de diabetes tipo 2

Derrame: ameaça à saúde feminina

Continua após a publicidade
Publicidade