Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Covid-19: Brasil tem menor número de mortes em 24h em duas semanas

Média móvel chegou a 555,6 e permanece em patamar de estabilidade; confira levantamento feito por VEJA

Por Matheus Deccache 20 set 2021, 19h42

Com 203 mortes registradas por Covid-19 no Brasil nesta segunda-feira, 20, a média móvel de mortes chegou a 555,6 e completou o 6º dia consecutivo em estabilidade — apesar de ser 8,2% menor em relação há duas semanas. A avaliação comparativa do período é determinada por infectologistas, que fixam a variação de 15% como ponto de inflexão para que se mude a tendência da pandemia para alta ou queda. Além disso, o número de óbitos das últimas 24 horas foi o menor desde 6 de setembro — na ocasião, foram totalizadas 182 vítimas fatais.

Já em diagnósticos, o país registrou 7.844 novos casos da doença nesta segunda-feira, média móvel atingindo 34.463,3, um aumento de 63,39% em relação há duas semanas. A alta, no entanto, se deve ao lançamento de dados represados do Rio de Janeiro e São Paulo no último sábado, 18/9, quando, do total de novos diagnósticos divulgados, 70% – 105.700 – foram somente do Rio de Janeiro, que estava revisando dados antigos. A inclusão destes dados no sistema fizeram com o que o índice de média móvel disparasse, segundo levantamento feito por VEJA.

O cálculo de médias móveis feito pelo levantamento de VEJA consiste em somar todos os registros dos últimos sete dias e dividir o total por sete. Assim, é possível ter uma visão ampla do atual momento da pandemia. Os gráficos ao final da matéria mostram a evolução diária da média móvel no Brasil, nas cinco regiões geográficas, nos 26 estados da Federação (mais o Distrito Federal) e nas 27 capitais do país.

Com 7.884 novos casos e 203 mortes, o Brasil chega a 21.247.667 diagnósticos de Covid-19 e 590.955 óbitos desde o início da pandemia.

Confira a média móvel da pandemia da Covid-19 no Brasil, nas cinco regiões do país e em todos os Estados:

Confira a média móvel da pandemia da Covid-19 nas 27 capitais brasileiras, separadas em suas regiões*:

Continua após a publicidade
Publicidade