Clique e assine com até 92% de desconto

Coronavírus: Vacina da Novavax tem resultados positivos em dois estudos

Um dos estudos, realizado em humanos, mostrou que 56 voluntários vacinados produziram alto nível de anticorpos contra o vírus, sem efeitos colaterais graves

Por Da redação Atualizado em 5 ago 2020, 06h56 - Publicado em 4 ago 2020, 17h53

A empresa americana Novavax anunciou nesta terça-feira, 4, que dois estudos de sua vacina contra o novo coronavírus mostraram resultados preliminares encorajadores. Um deles, correspondente à fase 1 de estudo em humanos, mostrou que 56 voluntários que receberam duas doses da vacina produziram um alto nível de anticorpos contra o vírus, sem efeitos colaterais graves. O segundo, feito em animais, mostrou que o imunizante foi capaz de prevenir a infecção em macacos.

ASSINE VEJA

Os 10 fazendeiros que mais desmatam a Amazônia Leia em VEJA: Levantamento exclusivo revela os campeões da destruição. Mais: as mudanças do cotidiano na vida pós-pandemia
Clique e Assine

Embora pouco conhecida, a empresa com sede em Maryland, nos Estados Unidos, recebeu 1,6 bilhão de dólares do governo americano como parte de um acordo para acesso a sua potencial vacina. Em entrevista ao jornal americano The New York Times, o virologista John Moore, da Weill Cornell Medicine e que não participou do estudo, disse que os resultados do Novavax são os mais impressionantes que ele já viu até agora. “Este é o primeiro que eu estou olhando e dizendo: ‘Sim, eu aceitaria'”.

Vale ressaltar que apesar dos resultados encorajadores, eles correspondem à fase inicial de testes. Para afirmar se a vacina é segura e eficaz, é preciso esperar a realização de estudos em larga escala, a chamada fase 3. De acordo com a Novavax, se a vacina for eficaz, ela poderá produzir 100 milhões de doses até o início do próximo ano. A quantidade seria suficiente para imunizar 50 milhões de pessoas em um regime de duas doses.

  • Publicidade