Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Veja Essa

As frases que marcaram a semana

“Neste ano, vou me dedicar, entre outras reformas, à minha recuperação moral. (…) Não vou sair da Presidência com essa pecha de um sujeito que incorreu em falcatruas.”

Michel Temer, em entrevista à 'Folha de S.Paulo'. Ele frisou que não estava irritado

“Sou, sim, pré-candidato à Presidência da República.”

Fernando Collor, senador (PTC-AL) e ex-presidente da República, num evento em Arapiraca. Protagonista de um processo de impeachment em 1992, que o tirou do Planalto, Collor responde a sete inquéritos no STF

“Eu confesso que muitas vezes perguntei a Deus: ‘O que o senhor viu num obscuro, num anônimo, num dos últimos?’. O que Deus viu em mim para me dar o privilégio e a honra de servir à cidade do Rio num momento tão difícil?”

Marcelo Crivella, prefeito carioca (PRB) e bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, ao fazer um balanço de seu primeiro ano no cargo

“É provável que jamais em sua história os Estados Unidos se tenham empobrecido política e intelectualmente tanto como durante esta administração. Isso é grave para o país, mas é ainda mais para o Ocidente democrático e liberal.”

Mario Vargas Llosa, escritor peruano, Nobel de Literatura (2010), em sua coluna, publicada em vários veículos da imprensa

“Nesses momentos, somos todos jornalistas. Acredito que o verdadeiro jornalismo é o melhor antídoto para esse termo horroroso que questiona o que é verdadeiro e o que não é, chamado fake news (notícias falsas).”

Steven Spielberg, cineasta americano, diretor do recém-lançado 'The Post' — que trata da cobertura do caso dos Papéis do Vietnã (na década de 70) —, no diário espanhol' 'El País'

“No set, ninguém liga para o seu passado de glórias. A única vantagem em ser Sharon Stone que continuo tendo é quando quero fazer uma reserva em um restaurante da moda. Ainda funciona.”

Sharon Stone, atriz, protagonista da minissérie 'Mosaic', de Steven Soderbergh (HBO), referindo-se à fama que ganhou devido às cenas sensuais que fez no cinema — em especial, a célebre cruzada de pernas em 'Instinto Selvagem' (1992)', de Paul Verhoeven —, em 'O Globo'

“Não quer a mão no joelho, manda a mão na cara.”

Fernanda Montenegro, atriz, em 'O Estado de S. Paulo'
A atriz Natalie Portman

A atriz Natalie Portman (./AP)

“Eu construí uma imagem de conservadora a fim de que meu corpo ficasse seguro e minha voz fosse ouvida. A reação à imagem que eu projetei serviu para controlar meu comportamento dentro de um ambiente de terrorismo sexual.”

Natalie Portman, atriz nascida em Jerusalém e radicada nos EUA, ao participar da Marcha das Mulheres, em Los Angeles

Publicado em VEJA de 31 de janeiro de 2018, edição nº 2567