Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Veja Essa

As frases que marcaram a semana

Por Rinaldo Gama - 8 dez 2017, 06h00

No Brasil, a corrupção é um fato tão escandaloso que o sentimento de todos os brasileiros, e do Ministério Público, como instituição de controle e de fiscalização, é de intolerância absoluta.

Raquel Dodge, procuradora-geral da República, falando na sede da PGR. Ela pediu ao Supremo Tribunal Federal a restauração da prisão preventiva de Jacob Barata Filho, o “rei dos ônibus”, solto por um habeas-corpus concedido pelo ministro Gilmar Mendes. Dodge alegou que Mendes não tinha competência para decidir sobre o recurso apresentado pela defesa do empresário

Você acha que alguém toma uma decisão achando-se incompetente?

Gilmar Mendes, ministro do STF, em um evento no Tribunal Superior Eleitoral

A atividade do Poder Judiciário não é passiva. Atua o Judiciário. Ativa-se o Judiciário para que a injustiça não prevaleça.

Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, durante o seminário Independência e Ativismo Judicial: Desafios Atuais, realizado no Superior Tribunal de Justiça

Ou nos convencemos de que por trás do desemprego, do ódio político e da violência criminosa está um grau inaceitável de desigualdade (…), e lutamos contra esta situação, ou pouco caminharemos no futuro.

Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República, ao defender o desembarque do PSDB do governo Michel Temer, em sua coluna, publicada em vários veículos da imprensa

Como disse Zagallo, eles vão ter que me engolir.

Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República (PT), citando uma famosa frase do ex-técnico da seleção brasileira, em ato realizado em Vitória, dois dias depois da divulgação de nova pesquisa Datafolha, que o apontou firme na liderança da corrida presidencial

Se a decisão (de ser candidato) for positiva, defenderei o legado deste governo, do qual sou parte.

Henrique Meirelles, ministro da Fazenda, ao comentar, na 'Folha de S.Paulo', que não descarta a possibilidade de ser candidato ao Palácio do Planalto. Ele disse que tomará a decisão em março

A nossa responsabilidade nos impedirá de permitir, por exemplo, um segundo turno entre Lula e Bolsonaro.

Antonio Carlos Magalhães Neto, prefeito de Salvador (DEM), no 'Valor Econômico'

Eu não sou Adhemar de Barros, ‘rouba, mas faz’. Eu realizo, eu realizei.

Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro (PMDB), fazendo referência ao bordão associado ao ex-governador paulista (1947-1951, 1963-1966), ao se defender das acusações de formação de cartel na reforma do Maracanã e no PAC das Favelas, em novo depoimento ao juiz Marcelo Bretas

Eu me senti a Madonna. (…) Até hoje a poeira ainda não baixou.

Juliana Paes, atriz, falando, no UOL, sobre a popularidade de Bibi, sua personagem em 'A Força do Querer' (Rede Globo), novela de Gloria Perez que saiu do ar em outubro

Como a sociedade vai reagir a robôs que dizem ‘eu te amo’?

David Levy, pesquisador britânico de inteligência artificial (IA), autor do livro 'Amor e Sexo com Robôs', no Wired Festival, realizado no Rio de Janeiro
A atriz americana Angelina Jolie Darryl Dyck/The Canadian Press/AP

Uma obra de arte pode ser transformadora ou difícil. Não sei. Mas estou feliz por termos feito o filme, pois exploramos coisas juntos. Pode não ter resolvido algumas situações, mas conseguimos comunicar algo um ao outro.

Angelina Jolie, atriz americana, ao admitir, em um podcast da revista 'Hollywood Reporter' (EUA), que fez o longa 'À Beira-Mar' (2015), dirigido por ela, com o então marido Brad Pitt para tentar melhorar a relação conjugal. Eles se separaram no ano passado

Publicado em VEJA de 13 de dezembro de 2017, edição nº 2560

Publicidade