Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Vice de Bolsonaro, Mourão mantém agenda nesta sexta-feira

Mesmo com presidenciável internado na UTI, general da reserva concederá entrevista no Rio. No sábado, ele fará caminhada na Baixada Fluminense

Por João Pedroso de Campos Atualizado em 7 set 2018, 01h19 - Publicado em 7 set 2018, 01h14

Apesar do atentado sofrido pelo candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) nesta quinta-feira, 6, quando foi esfaqueado por um homem em meio a um ato de campanha em Juiz de Fora (MG), seu companheiro de chapa, o general Hamilton Mourão (PRTB), vai manter a agenda de compromissos que tinha previsto para esta sexta-feira, 7.

Por meio de nota divulgada à imprensa, a assessoria de Mourão informa que ele sairá de Porto Alegre e chegará ao Rio de Janeiro por volta das 14h. Às 22h30, o vice de Bolsonaro comparecerá à entrevista no canal Globonews – ele é o último dos cinco colegas de chapa de presidenciáveis a falar ao canal a cabo nesta semana.

No sábado, Hamilton Mourão manterá em sua agenda uma caminhada na Baixada Fluminense com líderes do PRTB fluminense. A única mudança nos planos do general da reserva do Exército é que ele não irá mais ao jogo entre Flamengo e Chapecoense no Maracanã, às 21h.

Ao contrário de Mourão, adversários de Jair Bolsonaro na disputa pelo Palácio do Planalto, como Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede) suspenderam suas agendas de campanha nesta sexta-feira. Ciro Gomes (PDT) cancelou as atividades que tinha previsto para esta quinta-feira em Natal (RN).

No comunicado, a assessoria de imprensa de Hamilton Mourão afirma que ele não atenderá veículos de comunicação nesta sexta-feira, isso porque “ele estará envolvido ao longo do dia com a transferência de Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República, para um hospital em São Paulo”.

No início da madrugada, contudo, uma junta de cinco médicos, dois da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora e três do Hospital Sírio Libanês, de São Paulo, avaliou que Jair Bolsonaro não tem condições de ser transferido. Ele passou por uma cirurgia de cerca de quatro horas na tarde desta quinta-feira, 6, e seu quadro é “grave, mas estável”, conforme avaliação dos médicos que participaram da operação.

Bolsonaro se recupera na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital na cidade mineira, mas está consciente e já recebeu familiares e assessores.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês