Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Veja Essa: Mourão, Guedes e Pazuello

As frases que marcaram a semana

Por Lizia Bydlowski Atualizado em 29 abr 2021, 13h04 - Publicado em 30 abr 2021, 06h00
HAMILTON MOURÃO -
HAMILTON MOURÃO – Joédson Alves/EFE

“É mais uma carta de intenções que cada um colocou. E aí neguinho chega ali: ‘Em 2060…’. Pô, nós todos já viramos pó.”
HAMILTON MOURÃO, vice-presidente e líder do Conselho da Amazônia, fazendo pouco das metas de combate ao aquecimento global expostas na Cúpula de Líderes

“O chinês inventou o vírus e a vacina dele é menos efetiva que a do americano.”
PAULO GUEDES, ministro da Economia, em reunião em que pensava não estar sendo gravado. Depois se desculpou pela “imagem infeliz” e lembrou que ele mesmo tomou a CoronaVac

“Pois é, estou sem. Onde compra isso?”
EDUARDO PAZUELLO, ex-ministro da Saúde, tentando brincar ao ser flagrado sem máscara em um shopping center de Manaus

“Aconteceu porque sou mulher.”
URSULA VON DER LEYEN, presidente da Comissão Europeia, que em reunião recente se viu de pé enquanto os dois homens presentes se sentavam nas duas únicas cadeiras. Ela disse que analisou fotos de encontros semelhantes e que a situação seria diferente “se eu estivesse de terno e gravata”

“Era uma escuridão. Parecia que todo dia era um enterro e todo dia se assistia a alguém morrer.”
BRANDON MITCHELL, integrante de júri, sobre o julgamento do policial Derek Chauvin, que asfixiou o negro George Floyd pressionando o joelho em seu pescoço. Em sentença histórica, Chauvin foi condenado por assassinato

“A decisão elimina oportunidades de competição (…) e não só atrasa como põe em risco a volta dos Estados Unidos à Lua.”
BLUE ORIGIN, a empresa de foguetes espaciais de Jeff Bezos, em ação contra os critérios da Nasa para entregar um contrato de 2,9 bilhões de dólares à concorrente SpaceX, de Elon Musk

Continua após a publicidade

“Ele não consegue levantar (até a órbita) lol.”
ELON MUSK, abusando do duplo sentido na provocação ao rival Bezos

ISABELLE DRUMMOND
ISABELLE DRUMMOND – Reprodução/Instagram

“Foi uma coisa complicadérrima para mim.”
ISABELLE DRUMMOND, atriz desde pequenininha, revelando que seu primeiro beijo em novela — um selinho — foi por volta dos 9 anos e ela não foi avisada com antecedência: “O diretor me enganou”

“Estou dentro.”
CAITLYN JENNER, transgênero que circula por reality shows desde antes de deixar para trás a identidade do ex-atleta olímpico Bruce Jenner, ao anunciar que vai disputar o governo da Califórnia pelo Partido Republicano

“Eu invadi o Capitólio. Cheguei até o Salão das Estátuas.”
ROBERT CHAPMAN, americano sem noção, gabando-se de seu feito no site de paquera Bumble. A mulher que ele, digamos, cortejava recusou o match e avisou a polícia. Chapman foi preso

“Aos 83 anos, não esperava este prêmio. Não mesmo.”
ANTHONY HOPKINS, ator, agradecendo no dia seguinte o Oscar 2021 de melhor ator. De tão zebra, ele nem compareceu à cerimônia virtual

“Tudo parece fantástico por cinco segundos, e aí você vira uma desgraça inacreditável.”
OZZY OSBOURNE, músico, comentando a época em que ele e toda a banda Black Sabbath consumiam cocaína dia e noite

Publicado em VEJA de 5 de maio de 2021, edição nº 2736

Continua após a publicidade
Publicidade