Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tabata Amaral chega para ocupar imóvel funcional e é barrada

A deputada afirmou que o imóvel oferecido a ela estaria irregularmente ocupado pelo filho do deputado Hildo Rocha (MDB-MA). Ele nega a acusação

A deputada federal Tabata Amaral (PDT) divulgou nesta quinta-feira (31) em suas redes sociais um vídeo contando que foi até o apartamento funcional para o qual foi sorteada junto com o fiscal da Câmara e não pode tomar posse, pois um deputado federal deixou o filho morando no local e foi morar em outro.

Ela diz no vídeo: “Ele estava indevidamente e irregularmente usando dois imóveis”. Tabata confirmou a VEJA que o imóvel oferecido a ela estaria irregularmente ocupado pelo filho do deputado Hildo Rocha (MDB-MA), que foi reeleito para mais um mandato. Hildo falou que ela podia fazer o barulho que fosse que o filho não ia sair. A deputada federal ainda disse que quando saiu do prédio ouviu do porteiro que é “assim que Brasília funciona”.

Na descrição do post ela ainda diz que em apenas um dia foi barrada cinco vezes no congresso por simplesmente não ‘parecer’ uma deputada federal. Tabata tem 25 anos, jovem da periferia, se formou em Harvard e foi eleita com mais de 264 mil votos. Ela é uma das 243 novas parlamentares dos 513 que vão ocupar a Câmara dos Deputados a partir desta sexta-feira (1º).

Em nota, a deputada eleita disse que vai encaminhar uma representação de quebra de decoro parlamentar contra Hildo Rocha.

 (Reprodução/Reprodução)

Ainda de acordo com Tabata Amaral, a Câmara dos Deputados garantiu que vai encontrar um novo imóvel para que ela possa se mudar.

Hildo Rocha, por meio da assessoria de imprensa, negou a acusação e disse que está de mudança de um apartamento para outro e, por isso, ainda não entregou as chaves. Ele disse que vai desocupar o imóvel até esta sexta-feira.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. José Antonio Silva

    E o brasileiro elege e reelege um indivíduo com este padrão moral. Deveria já ser cassado e nem tomar posse de novo mandato. Mas isso vai mudar.

    Curtir