Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Só 20% dos brasileiros estão otimistas sobre eleições, diz Ibope

Pesquisa mostra que corrupção, falta de confiança no governo e descrédito em relação aos candidatos lançados até o momento motivam desânimo dos eleitores

A cada dez brasileiros, apenas dois estão otimistas com as eleições presidenciais de 2018, segundo pesquisa do instituto Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

De acordo com o levantamento, as razões para a descrença apontadas pelos que se disseram pouco ou muito pessimistas (44%) são a corrupção, a falta de confiança no governo e o descrédito em relação aos pré-candidatos lançados até agora. Outros motivos são a presença dos “mesmos candidatos de sempre” e o não cumprimento de promessas feitas em campanha.

Por outro lado, os que têm expectativas positivas para o próximo governo acreditam que a eleição trará renovação, mudança no atual quadro político, combate à corrupção e melhoras significativas na economia. Os otimistas citaram nominalmente, de forma relevante, apenas dois dos pré-candidatos: o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Partidos

O levantamento também apontou que quase metade dos brasileiros pesquisados não tem preferência por nenhum partido político. Entre as legendas que ainda detêm alguma credibilidade junto a parte dos brasileiros estão as três maiores: PT, MDB e PSDB.

Candidatos

A pesquisa do Ibope buscou formular um perfil de candidato esperado pelo brasileiro para a próxima votação. De acordo com os resultados, os eleitores buscam um nome que fale a verdade (87%), que não tenha se envolvido em casos de corrupção (84%), e que acredite em Deus (79%).

A preferência também é por alguém que já tenha experiência na política, como prefeito ou governador (72%) e que venha de origem pobre (52%). Sobre propostas, a maioria é a favor de um nome que defenda o controle dos gastos públicos (84%), a transparência administrativa (78%) e as políticas sociais (72%).

Entre três itens de prioridade apresentados pelo instituto aos pesquisados, ganharam as mudanças sociais (44%), isto é, investimento em programas para melhorar a vida dos brasileiros, como educação, saúde e transferência de renda. Este tema ganhou da moralização administrativa (32%) e da melhora da economia (21%).

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Democrata Cristão (Liberdade de Expressão é meu direito CF 88 art 5 e art 220)

    A sociedade, como pagadora de impostos, exige VOTO IMPRESSO.

    Curtir

  2. Deusdete José dos Santos

    A grandd mdia est aflita pra fazer pesquisa com nlmes de candidatos, mas est temerosa de quem edtar na frente. Com certeza fvao aguardar pra depois da pscoa.

    Curtir

  3. sinesio gimene

    estou tao otimista que pela primeira vez nao vou votar, vou jogar meu titulo no lixo, pagar a multinha la e nunca mais perco o meu tempo votando, mesmo que condidato ganhe, os podres do congresso e do stf ainda estarao la

    Curtir

  4. sinesio gimene

    nao sei se o voto impresso tambem será uma solução, já que tem os compradores de votos, aprensenta seu voto e ganhe pao com mortadela

    Curtir

  5. José Evaldo

    Enquanto não for banido das eleições essa farsa de urna eletronica, não tem como acreditar em eleições limpas. Para se ter uma eleição com total transparencia, é necessário o VOTO IMPRESSO.

    Curtir

  6. Danilo Junior

    @sinesio gimene ,

    O eleitor não levará o voto impresso para casa. O impresso será depositado automaticamente numa urna física e servirá para o eleitor olhar e se certificar que o processo eletrônico reproduziu sua escolha e no caso de suspeita de fraude as urnas poderão ser auditadas através da contagem do voto impresso.

    Curtir