Clique e assine com até 92% de desconto

Recém-demitido, Cid Gomes já mira candidatura à Presidência

Por Da Redação 21 mar 2015, 17h47

Na última quinta-feira, antes de abandonar o plenário da Câmara dos Deputados, àquela altura já ex-ministro da Educação, Cid Gomes afirmou da tribuna que “saiu da pequena cidade de Sobral e para ela voltará”. Mas engana-se quem pensa que o irmão do meio da família Gomes – Ciro é o primogênito e Ivo é o caçula, todos políticos – não tem ambições maiores. No dia seguinte, ele conversou com deputados do pequeno e quase familiar Pros, seu partido – tem 12 cadeiras na Casa. Disse que, caso o governo Dilma Rousseff se configure um paciente terminal, pretende seguir os passos do irmão Ciro e disputar a Presidência da República. Na conta de Cid, o PSB, um dos seus ex-partidos, deverá ficar no campo da oposição e tende a orbitar o tucanato – o que abriria espaço para ele alçar um voo mais alinhado à esquerda. (Silvio Navarro, de São Paulo)

Publicidade