Clique e assine a partir de 9,90/mês

PRTB desiste de pedir que Mourão substitua Bolsonaro em debates

Partido não encaminhou recurso ao TSE e vice de Bolsonaro seguirá cumprindo agendas próprias

Por Da Redação - Atualizado em 16 set 2018, 22h09 - Publicado em 16 set 2018, 16h57

O PRTB desistiu de formalizar recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que o candidato a vice-presidência general Hamilton Mourão substitua o companheiro de chapa Jair Bolsonaro (PSL) em debates eleitorais em emissoras de rádio e televisão.

A informação é do próprio PRTB. Segundo a assessoria de imprensa do partido, não houve encaminhamento de recurso formal à Justiça Eleitoral. O partido fez uma consulta informal à Corte e foi orientado no sentido de que “as tratativas (sobre a possibilidade de Mourão substituir Bolsonaro) sejam feitas diretamente com as emissoras”.

Hamilton Mourão afirmou que não irá “substituir Bolsonaro em nada” e que nesta segunda-feira, 17, cumprirá agenda própria em São Paulo, “com a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), com o pessoal da construção civil, Secovi (Sindicato da Habitação) e com o (Levy) Fidelix”.

O general mostrou-se satisfeito com a recuperação de Jair Bolsonaro. “Uma maravilha o trabalho que os médicos fizeram tanto em Juiz de Fora (MG) quanto no hospital Albert Einstein”, disse ao assinalar a “força de vontade e a compleição física de Bolsonaro”.

Continua após a publicidade

Levy Fidelix apoia substituição

Nos bastidores do debate promovido por TV Gazeta, Estado, Jovem Pan e Twitter entre candidatos a governador de São Paulo, o presidente nacional do PRTB, Levy Fidelix, falou neste domingo, 16, sobre a possibilidade de o candidato a vice-presidente pelo partido, general Hamilton Mourão, substituir Bolsonaro em futuros debates.

“Sou favorável que Mourão substitua Bolsonaro no debate. O mito não pode vencer apenas por ser mito, mas pelas suas ideias – que podem ser defendidas por Mourão em um debate. PRTB e PSL estão com discurso afinado e Mourão tem condições de defender as ideias da nossa chapa.”

(com Agência Brasil e Estadão Conteúdo)

Publicidade