BLACK FRIDAY: ASSINE a partir de R$ 1 por semana
Continua após publicidade

Proliferação de candidaturas ao Senado já divide o PL em São Paulo

Com duas vagas, há ao menos quatro nomes que são vistos como possíveis candidatos pela legenda

Por Marcela Mattos Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
19 nov 2023, 23h26

Em meio a divergências envolvendo a disputa à prefeitura de São Paulo, o PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro, também se vê, desde já, dividido sobre as eleições de 2026.

Após eleger a maior bancada da Câmara dos Deputados em 2022, o PL definiu como prioridade montar um bastião no Senado – uma solução para manter uma base congressual forte, diante da inelegibilidade de Bolsonaro. Atualmente, a legenda tem 12 senadores, atrás somente do PSD, com 15.

Faltando três anos para a disputa, ao menos três nomes são apontados como prováveis candidatos à cadeira de senador: os deputados Eduardo Bolsonaro e Ricardo Salles e o secretário de Segurança do estado, Guilherme Derrite.

Além do trio, que já se mostra mais colocado, há quem aponte para um movimento silencioso do presidente do PL, Valdemar Costa Neto, em voltar a assumir um mandato político. Condenado e preso no mensalão, o ex-deputado já estará sem nenhuma pendência jurídica, o que lhe garante, portanto, caminho livre para concorrer.

Pessoas da mais estreita confiança de Costa Neto chamam atenção para a maneira como ele vem concentrando suas viagens a São Paulo, definindo chapas com outros partidos e se posicionando sobre determinados temas. Publicamente, no entanto, o cacique nega qualquer intenção de voltar à política.

Continua após a publicidade

Sem respaldo dentro do partido, o ex-ministro Ricardo Salles se movimenta para deixar o PL e se filiar a outra legenda, já que quer ser candidato a prefeito no próximo ano. Internamente, membros do PL afirmam que Salles quer, na verdade, usar a disputa de 2024 apenas como um trampolim para 2026, em busca dos holofotes de uma campanha.

Em 2026, serão abertas duas vagas por estado na disputa ao Senado. Há uma avaliação, porém, que esses postulantes correriam numa mesma raia e dificilmente conseguiriam ambas as cadeiras, o que aumenta a disputa interna.

Nos bastidores, afirma-se que será Jair Bolsonaro quem definirá o candidato ao Senado. Nos últimos dias, ele fez acenos a Derrite, mas ainda não está claro qual será seu comportamento diante do filho Zero Três.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A melhor notícia da Black Friday

Assine VEJA pelo melhor preço do ano!

BLACK
FRIDAY

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana

a partir de R$ 1,00/semana*
(Melhor oferta do ano!)

ou

BLACK
FRIDAY
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

a partir de R$ 29,90/mês
(Melhor oferta do ano!)

ou

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app. Acervos disponíveis a partir de dezembro de 2023.
*Pagamento único anual de R$52, equivalente a R$1 por semana.