Clique e assine a partir de 9,90/mês

Olavo mira Huck em post; relembre outras vezes que o global foi alvo

Guru bolsonarista ironizou o apresentador em publicação. Cotado como candidato à Presidência em 2022, ele já foi criticado por Ciro Gomes, Lula e Bolsonaro

Por André Siqueira - Atualizado em 5 fev 2020, 09h35 - Publicado em 5 fev 2020, 08h57

Olavo de Carvalho, ideólogo do governo Bolsonaro, publicou, na manhã desta quarta-feira, 5, uma imagem, em sua conta no Instagram, em que ironiza o apresentador Luciano Huck, cotado como um dos candidatos à Presidência da República em 2022. Na publicação, Olavo faz uma piada sem graça misturando o nome da ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva – criticada nas redes bolsonaristas por sua posição de centro e por uma suposta hesitação em se posicionar sobre temas polêmicas – com um gracejo sobre o nariz do global.

“Nova aposta da Globo para 2022. Narina”, diz a publicação.

View this post on Instagram

A post shared by Olavo de Carvalho (@olavodecarvalho) on

Continua após a publicidade

Esta, porém, não foi a primeira vez que Huck foi criticado por seu envolvimento na política. Relembre outros casos:

‘Quem é o centro-esquerda que está com Huck? Ninguém’

Em entrevista à TVT (TV dos Trabalhadores), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que Huck não representa a centro-esquerda e colocou em dúvida a capacidade do apresentador em formar alianças para consolidar a sua eventual candidatura. “O Luciano Huck não representa a centro-esquerda. Ele representa a central Globo de televisão. É isso o que ele representa neste momento”, disse o petista. “Do lado da esquerda, você tem o Ciro Gomes que tem um partido que tem um um posicionamento histórico de esquerda, centro-esquerda. Você tem o Flávio Dino [governador do Maranhão], que é candidato, o Ciro, que é candidato, o Haddad, o PT, você teve o PSOL que teve candidato [à Presidência]. Então, quem é o centro-esquerda que está com o Huck? Ninguém”, acrescentou. Para o ex-presidente, “ainda é cedo para dizer qual é o espectro político” de Huck.

‘Chega de mandar estagiário para a Presidência da República’ 

Continua após a publicidade

Candidato do PDT à Presidência nas eleições de 2018, Ciro Gomes chamou o apresentador de “estagiário” em uma entrevista ao portal UOL e ao jornal Folha de S.Paulo. Questionado sobre a capacidade de Huck de aglutinar partidos de centro, o ex-ministro dos governos petistas disse que o global não tem experiência no setor público e na política. “Qual é a credencial do Luciano Huck? Chega de mandar estagiário para a Presidência da República. Você pegar um malabarista extraordinário, ok, maravilhoso, é um grande artista, gente boa, sou até amigo pessoal, estive no casamento dele lá atrás, a Angélica que encerrou a minha campanha de prefeito em Fortaleza, mas experiência anterior no setor público, na política? Nenhuma. Vamos entregar a Presidência da República, no olho do furacão, na pior crise socioeconômica da história do Brasil a um grande malabarista?”

‘Pau mandado da Globo’ 

O ataque mais recente a Huck partiu de Olavo de Carvalho, mas o presidente Jair Bolsonaro também já opinou sobre a intenção do apresentador em se lançar candidato à Presidência. Em uma transmissão ao vivo em suas redes sociais durante a abertura do 3º Simpósio Nacional Conservador, Bolsonaro disse que o povo não vai votar “em pau mandado da Globo”. “Aí alguém acha que o povo vai votar em um pau mandado da Globo, não vai. Mas não estamos aqui fazendo campanha, ele tem o direito de ser candidato”, afirmou. O presidente aproveitou a ocasião para criticar o empréstimo feito pelo apresentador com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a compra de um jatinho.

Publicidade