Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulher de Moro critica reportagens sobre auxílio-moradia ao juiz

Rosangela Wolff Moro publicou no Instagram foto de cacho de bananas sobre jornal amassado. 'Separam o joio do trigo e publicam o joio', atacou

Mulher do juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato em Curitiba, a advogada Rosangela Wolff Moro criticou nesta sexta-feira a imprensa por publicar reportagens que informam que Moro, mesmo sendo dono de um imóvel próprio em Curitiba, recebe auxílio-moradia no valor de 4.377,73 reais.

Em seu perfil no Instagram, Rosangela publicou uma foto de um cacho de bananas sobre um exemplar amassado da Folha de S. Paulo, que revelou o recebimento do benefício pelo magistrado nesta sexta-feira. “Imprensa…. para o bem e para o mal. Separam o joio do trigo e publicam o joio”, atacou a advogada.

 (Reprodução/Instagram)

A postagem da mulher de Moro se dá no dia seguinte à declaração do juiz federal ao jornal O Globo, em que ele defendeu o pagamento de auxílio-moradia a juízes como forma de “compensar” a falta de aumento salarial à classe nos últimos três anos.

“O auxílio-moradia é pago indistintamente a todos os magistrados e, embora discutível, compensa a falta de reajuste dos vencimentos desde 1º de janeiro de 2015 e que, pela lei, deveriam ser anualmente reajustados”, afirmou o juiz.

Segundo a Folha de S. Paulo, o magistrado comprou um apartamento de 256 metros quadrados no Bacacheri, bairro de classe média da capital paranaense, foi por 173.900 reais em 2002. Ele recebe o benefício desde outubro de 2014, depois de pedir o auxílio-moradia com base na decisão liminar do ministro Luiz Fux, do STF, tomada em setembro daquele ano e que permite o pagamento do valor aos magistrados, desde que não possuam residência oficial designada na cidade.

Fux se baseou na percepção de que os adicionais previstos na Lei Orgânica da Magistratura (Loman) configuram ajuda de custo e, portanto, não estariam sujeitos a limitações. Diante da decisão do ministro, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) publicou uma resolução regulamentando o pagamento. Além de não existir uma moradia pública indicada, o benefício foi vetado a dois juízes que vivam sob o mesmo teto. Em casos do tipo, apenas um pode receber o valor.

Conforme o portal da Transparência do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), Sergio Moro recebeu, em janeiro, salário bruto de 34.209,28 reais, valor acima do teto de 33.763 reais a servidores públicos. O montante foi composto da remuneração de juiz federal, de 28.947,55 reais, e 5.261.73 reais correspondentes à rubrica “indenizações”, que engloba o auxílio-moradia e outros benefícios, como auxílio-alimentação.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Roberto T. Crespilho

    É banana para os brasileiros das castas inferiores, que não tem estabilidade, não tem auxilio tudo, e não ganham só de 30,000,00 de sálario

    Curtir

  2. Então…pago vale transporte para minha empregada e ela tem moto… e a utiliza para vir ao trabalho..
    Que bom que o juiz consegue comprovar toda a sua renda com holerite imposto de renda etc e tal…o auxílio moradia com certeza deve ser legal….
    .

    Curtir

  3. Ubirajara Pereira Alves

    Bate uma panelinha que passa.

    Curtir

  4. Esquerdalha reclama mas o molusco que é um alcoólatra semi analfabeto ganhava 300k reais para falar besteiras em palestras, os juízes ao menos tem estudo. Vão vcz bater panelas unúteis.

    Curtir

  5. Paulo Sanches

    O Moro Mostrou que tem muito a ver com os Marginais que saquearam o Brasil , a única diferença é o que o Moro coloca no Bolso dinheiro publico com o aval de seus pares…Mas o Moro e os Marginais da Lava Jato parecem ADORAR o dinheiro publico. Vergonha é receber auxilio moradia com residência no mesmo domicilio em que trabalha, isso sim é Vergonha.

    Curtir

  6. ela quis dizer pro povo só ler as matérias que idolatrem o tucanomoro.

    Curtir

  7. vivaldo felix

    Não tenho nada contra os magistrados do Brasil. Então, nós, assalariados, que trabalhamos fora da cidade que residimos, também temos o direito de receber auxílio moradia, já que os direitos são iguais. ???? Os senhores, juízes, poderiam interceder por nós, pobres assalariados??????? Desde já, obrigado.

    Curtir