Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Moro evita falar sobre Queiroz e elogia governo Bolsonaro em Davos

"O que acontece é que as instituições estão funcionando”, afirmou o ministro

Por Ana Clara Costa 22 jan 2019, 09h35

Ao ser questionado por jornalistas, durante o Fórum Econômico Mundial, sobre os depósitos na conta de Flávio Bolsonaro e na de seu assessor Fabrício Queiroz, o juiz Sergio Moro disse que não lhe cabia comentar sobre o caso e que as instituições funcionavam normalmente. 

“Não me cabe comentar sobre isso. O que acontece é que as instituições estão funcionando”, afirmou. Moro também elogiou o governo Bolsonaro em suas iniciativas de combate à corrupção.

O governo tem um discurso forte contra a corrupção. Vem adotando práticas sobre algo que não foi feito em trinta anos no Brasil, que é não vender posições ministeriais na barganha pelo poder. E nomeou pessoas técnicas. O compromisso do governo é forte contra a corrupção”, disse.

Continua após a publicidade

Publicidade