Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Jair Bolsonaro lamenta ausências de PT e PSOL à cerimônia de posse

Jair Bolsonaro declarou, via Twitter, que lamenta a decisão dos dois partidos

Por Da Redação
Atualizado em 29 dez 2018, 13h30 - Publicado em 29 dez 2018, 13h04

O presidente eleito Jair Bolsonaro lamentou a decisão do PT e do PSOL de não participar da cerimônia de posse dele no Congresso Nacional. Os dois partidos fizeram o anúncio por meio de notas oficiais.

https://platform.twitter.com/widgets.js

Com 56 deputados eleitos, o PT deve formar a maior bancada da Câmara, seguida do PSL. No senado, o partido conquistou seis cadeiras. “Mantemos o compromisso histórico com o voto popular, mas isso não nos impede de denunciar que a lisura do processo eleitoral de 2018 foi descaracterizada pelo golpe do impeachment, pela proibição ilegal da candidatura do ex-presidente Lula e pela manipulação criminosa das redes sociais para difundir mentiras contra o candidato Fernando Haddad”, diz nota assinada por Paulo Pimenta, líder do partido na Câmara, Lindbergh Farias, líder do partido no Senado, e Gleisi Hoffmann, presidente do PT.

Continua após a publicidade

Já o PSOL, partido que elegeu dez deputados federais no pleito de outubro, também informou em nota que vai boicotar a solenidade da posse de Bolsonaro e do vice-presidente eleito, Hamilton Mourão (PRTB). Segundo a legenda, a posse é um ato formal, mas “também é um momento de festa”, o que justifica a ausência. “Para o PSOL, não há nada a comemorar”.

“O governo que se iniciará no próximo dia 1º tem como princípios o ódio, o preconceito, a intolerância e a violência. Bolsonaro e seus ministros desprezam os direitos humanos, a soberania nacional, a democracia e os direitos sociais”, argumenta a executiva do partido, em texto que também cita a existência de ações contra a chapa de Bolsonaro por supostos crimes eleitorais. “Sua vitória [do presidente eleito], além de se assentar no medo e na desilusão com o sistema político brasileiro, também se deve à fraude promovida pelas mentiras disseminadas contra seus adversários”, aponta.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.