Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Habeas corpus de Lula: como devem votar os ministros do STF?

Dos 11 magistrados, cinco deles são a favor da prisão após condenação em segunda instância e outros cinco são contra; voto de Rosa Weber pode decidir

Por Da Redação Atualizado em 10 abr 2018, 17h18 - Publicado em 22 mar 2018, 17h45

A concessão ou não de habeas corpus ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve dividir o Supremo Tribunal Federal (STF) na sessão que está em andamento nesta quinta-feira na Corte. Dependendo da decisão, o petista pode ficar muito próximo de ser preso já na semana que vem, quando o Tribunal Regional Federal (TRF4) julga os embargos de declaração, último recurso da defesa para impedir a prisão.

Levando-se em consideração as últimas decisões sobre a execução de pena após condenação em segunda instância, o placar deve ser apertado. Em 2016, quando o Supremo se manifestou sobre o caso, o resultado final foi 6 votos a 5 pela autorização de prisão após sentença de órgão colegiado.

De lá para cá, pelo menos o ministro Gilmar Mendes mudou de posição – era a favor, agora é contra. Além disso, Alexandre de Moraes assumiu o lugar de Teori Zavascki, morto em acidente aéreo em janeiro de 2017 – neste caso, o placar não muda, pois Moraes defende a mesma posição de Teori: é possível a prisão após condenação em segunda instância.

  • Rosa Weber é a grande incógnita. Embora seja contra a prisão em segunda instância, ela já negou habeas corpus em casos semelhantes porque entende que esse é o entendimento vigente no STF. Nesta quinta-feira, quando analisava se a Corte deveria ou não analisar o HC, ela deixou claro que vai colocar o que entende o colegiado acima da sua posição pessoal.

    Com base nesses posicionamentos dos ministros sobre prisão ou não após a condenação em segunda instância, os votos na sessão desta quinta-feira tendem a ser os seguintes:

    CONTRA O HABEAS CORPUS

    – Cármen Lúcia

    – Edson Fachin

    – Luís Roberto Barroso

    – Luiz Fux

    Continua após a publicidade

    – Alexandre de Moraes

     

    A FAVOR DO HABEAS CORPUS

    – Gilmar Mendes

    – Celso de Mello

    – Ricardo Lewandowski

    – Dias Toffoli

    – Marco Aurélio de Mello

     

    INCÓGNITA

    – Rosa Weber

    Continua após a publicidade
    Publicidade