Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Futuro de Dilma será decidido pela ministra Rosa Weber

Ministra do STF arquivou hoje cinco outros recursos que questionavam o fatiamento do processo de impeachment sem analisar o mérito dos pedidos

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), deve decidir sozinha se acolhe ou não os pedidos de partidos da base aliada de Michel Temer para que a ex-presidente Dilma Rousseff fique inabilitada do exercício de funções públicas pelo período de oito anos. Ela é relatora de mandados de segurança apresentados por PSDB, PMDB, DEM, SD, PPS e PSL e que questionam a decisão do plenário do Senado de ter cassado o mandato de Dilma mas ainda assim ter mantido a habilitação política dela.

 Weber arquivou nesta quinta-feira cinco outros recursos que também questionavam o fatiamento da votação – Dilma foi cassada por 61 votos a 20, mas não teve o mínimo de 54 votos necessários para que ficasse impedida de ocupar cargos eletivos, fazer concursos públicos e ocupar postos em comissão. A ministra não entrou no mérito dos pedidos e considerou que os autores das ações, entre as quais a Associação Médica Brasileira, não tinham legitimidade para apresentar esse tipo de recurso ao Supremo.

Também nesta quinta-feira, Rosa Weber determinou que os partidos e parlamentares que apresentaram ações contra o fatiamento incluam a ex-presidente Dilma como parte interessada no processo. Eles terão até 15 dias para citar a petista nos mandados de segurança, sob pena de as ações serem extintas sem análise. Neste período, os questionamentos sobre o processo de impeachment devem ficar em compasso de espera.

O advogado de defesa da ex-presidente, José Eduardo Cardozo, havia recorrido ao STF com pedido para que Dilma fosse incluída nas ações por ser “direta e imediatamente impactada por decisão a ser proferida no presente mandado de segurança, enquanto beneficiária do ato que deixou de impor a sanção de inabilitação para o exercício de função pública”. Também hoje, Cardozo sofreu o primeiro revés nas ações pós-impeachment ao ver que o ministro Teori Zavascki negar um recurso que pedia a anulação da votação que cassou o mandato de Dilma e o retorno de Michel Temer à condição de presidente interino.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Deveria ser impedida de julgar essa ação, pois é suspeita!

    Curtir

  2. Como Lula ja disse: “no Brasil nao existe leis, existe relacao entre pessoas”. Ele tem razao!!! 😦

    Curtir

  3. Fora Golpistas! Partido Terrorista, o PT te faz de bobo, são bandidos que odeiam a democracia querem transformar o Brasil numa Venezuela. Acorda Brasil!

    Curtir

  4. Maria Luiza Jove Neto

    Já falei aqui:porque não se aposentam? E, passem a ganhar o salário do INSS,aquele que meu marido sempre pagou pela máxima aliquota e que hj só recebe 3 salários mínimose que só não estamos morando debaixo da ponte porque pagamos previdencia privada???? Eles julgam,não pela Constiuição, mas conforme está a maré…uma vergonha!!!

    Curtir

  5. Farias Marcelo

    ÔÔÔ povo otário, esta mulher foi posta la pelo Lula, boa coisa ela não é, vão se informar!

    Curtir

  6. Luciano Neves

    Lamentável que na “dança do revezamento” dentro do STF, o ministro Lewandowski, autor do desacato e espancamento à Constituição esteja sendo protegido pela ministra Rosa Weber, levando pra baixo do tapete das imundícies tamanha agressão à Carta Magna, em vez de aproveitar o momento pra acabar com este embate que não vai adormecer como quer a maioria do STF, enquanto não for reparado conforme escrito e restabelecida a Lei conforme estampada no Art 52.

    Curtir

  7. Luciano Neves

    Estas manifestações contra Temer, propagadas pela imprensa esquerdista, não têm conotação de expressão popular, porque são todas remuneradas com mortadela de segunda.

    Curtir

  8. Para que existe a Constituição se um Ministro do STF pode alterá-la ou interpretá-la dependendo do humor do dia?

    Curtir

  9. Arthur Silva Costa

    A ministra irá trabalhar em cima da Constituição.Não acredito que ela vai se submeter a pressão.
    Os ministros do Supremo podem ser covardes como disse Lula.vamos ver se as Ministras também são covardes.

    Curtir

  10. será q Vc gosta de miiiim?

    Curtir