Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Em visita a Salvador, Alckmin defende taxação dos mais ricos

Ao defender reforma progressiva, tucano disse que Brasil é o 'paraíso dos milionários e dos privilegiados'

Por Estadão Conteúdo 7 jun 2018, 21h49

O pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, Geraldo Alckmin, defendeu nesta quinta-feira, 7, uma reforma tributária que promova a taxação dos mais ricos e diminua “a carga tributária injusta e alta” do Brasil. “O Brasil ficou parado por causa da carga tributária alta e injusta. O pobre paga muito mais imposto que o rico”, disse o tucano em Salvador.

Em visita à capital baiana, o presidenciável proferiu palestra na Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde chegou acompanhado do deputado federal João Gualberto, presidente estadual do PSDB – que chegou a cogitar candidatura ao governo do Estado, mas, após uma negociação que envolveu o próprio Alckmin, declinou para apoiar o pré-candidato do DEM, José Ronaldo -, e do prefeito em exercício de Salvador, Bruno Reis.

À noite, Alckmin iria participar de uma cerimônia na Assembleia Legislativa, onde recebe o título de cidadão baiano.

Na palestra, o tucano focou a maior parte da sua fala na questão tributária e defendeu uma reforma progressiva do sistema tributário. “O Brasil é um dos países mais injustos do mundo. Isso aqui é o paraíso dos milionários e dos privilegiados”, disse.

Alckmin também citou a paralisação dos caminhoneiros, que entraram em greve por 10 dias reivindicando a diminuição do preço do combustível. “Essa revolta dos caminhoneiros não foi pelos 46 centavos do diesel, foi um basta da população”, afirmou.

Alckmin também criticou os gastos públicos do governo federal e afirmou que “o Brasil é um mar de obras paradas”. “Deve-se 4,7 trilhões de reais e o governo ainda gasta 130 bilhões de reais por ano sem ter dinheiro. Ou muda isso ou não vai ter crescimento econômico” disse o presidenciável, defendendo “uma agenda de competitividade e abertura comercial” para o país.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)