Clique e assine a partir de 9,90/mês

Em MG, Pimentel se aproxima de Anastasia e Dilma lidera para o Senado

Candidato do PSDB oscilou negativamente em dois pontos e o atual governador subiu um ponto; Romeu Zema foi a 10% e Adalclever Lopes a 4%

Por Guilherme Venaglia - 2 out 2018, 20h50

O senador Antonio Anastasia (PSDB) e o atual governador Fernando Pimentel (PT) seguem liderando a corrida eleitoral para o governo de Minas Gerais a cinco dias do primeiro turno das eleições, segundo nova pesquisa do instituto Ibope, divulgada nesta terça-feira 2 pela TV Globo.

A diferença entre os dois, no entanto, caiu de catorze para onze pontos, com as oscilações dos dois postulantes, Anastasia para baixo, de 35% para 33%, e Pimentel para cima, de 21% para 22%.

Em terceiro lugar, o empresário Romeu Zema, do Partido Novo, também subiu dentro da margem de erro, de 8% para 10% das intenções de voto. O presidente da Assembleia Legislativa, Adalclever Lopes (MDB), que tinha 3%, agora aparece com 4%.

João Batista Mares Guia (Rede) registrou 2%. Dirlene Marques (PSOL), Claudiney Dulim (Avante), Jordano Metalúrgico (PSTU) e Alexandre Flach (PCO), 1%. Brancos, nulos e indecisos são 25%.

Rejeição

Em simulação de provável segundo turno, Anastasia aparece com 43%, contra 27% de Pimentel. O atual governador também é o candidato mais rejeitado, com 37%. Os que descartam votar no postulante do PSDB são 25%, seguidos por Zema, 12%, Mares Guia, Dirlene, Dulim, Jordano e Adalclever, 9%. Alexandre Flach é rejeitado por 7%. Ao todo, são 10% os que votariam em qualquer um dos candidatos e 23% os que não souberam responder à pergunta.

A pesquisa Ibope em Minas Gerais foi encomendada pela TV Globo e ouviu 2.002 eleitores de 115 municípios do estado. O levantamento foi realizado entre 29 de setembro e 1º de outubro e tem margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada sob as identificações BR-06565/2018 do TSE e MG-00237/2018 do TRE de Minas.

Senado

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) segue liderando a corrida eleitoral para o Senado. Ela cresceu um pouco além da margem de erro e passou de 26% para 29% das intenções de voto. Empatados tecnicamente pela segunda vaga aparecem três candidatos: Carlos Viana (PHS), com 17%, Rodrigo Pacheco (DEM), com 15%, e Dinis Pinheiro (SD), com 14%.

Na sequência, aparecem Fábio Cherem (PDT), com 10%, Rodrigo Paiva (Novo), com 7%, Coronel Lacerda (PPL) e Miguel Corrêa (PT) com 5%, Bispo Damasceno (PPL) e Professor Túlio Lopes (PCB) com 4%, Ana Paula Alves (PCO), 3%, Duda Salabert (PSOL) e Kaká Menezes (Rede), 2% e Edson André (Avante), 1%. Brancos e nulos são 19% para a primeira vaga e 26% para a segunda. Os que não souberam responder foram 34%.

Continua após a publicidade
Publicidade