Clique e assine a partir de 9,90/mês

Doria fez ‘menos do que o esperado’ para 53% dos paulistanos

Pela primeira vez, índice dos descontentes supera a a casa dos 50%; aprovação geral do prefeito, no entanto, permaneceu estável, com 41% de ótimo ou bom

Por Da redação - 5 jun 2017, 17h20

Pela primeira vez desde que assumiu o cargo, mais da metade dos paulistanos (53%) considera que a gestão de João Doria (PSDB) na prefeitura fez menos do que o esperado pela cidade, segundo levantamento do instituto Datafolha publicado nesta segunda-feira. A taxa de pessoas que fazia essa mesma avaliação era de 47% em abril e de 39% em fevereiro.

A pesquisa também apontou que 74% dos moradores consideram que seus bairros foram menos atendidos do que deveriam pelo prefeito – número que era de 67% há dois meses.

A aprovação geral do governo, no entanto, permaneceu estável, oscilando negativamente dentro da margem de erro – de três pontos percentuais para mais ou para menos. De acordo com o levantamento, 41% da população considera ótimo ou bom o trabalho do tucano na Prefeitura de São Paulo, número menor do que o registrado em abril, de 43%, e em fevereiro, de 44%. O índice de desaprovação aumentou de 20%, em abril, para 22%. Em fevereiro, a taxa era de 13%. Dos ouvidos, 34% ainda consideram o governo “regular”.

De acordo com o Datafolha, entre os apoiadores do prefeito, o perfil padrão é de homens (45% de aprovação), com mais de 60 anos (48%), formação superior (53%) e renda superior a 10 salários mínimos. Dos que votaram no prefeito na última eleição, 64% aprovam a gestão iniciada em janeiro; enquanto o número cai para 15% entre os eleitores do ex-prefeito Fernando Haddad (PT).

Continua após a publicidade

Alckmin

Já a população da cidade de São Paulo que aprova a gestão do governador Geraldo Alckmin (PSDB) caiu de 31% para 27%, em relação a abril. O índice de quem considera o governo regular subiu de 36% para 40%, enquanto o de rejeição se manteve em 31%.

Cracolândia

Outra pesquisa divulgada pelo Datafolha aponta que 59% dos moradores da cidade de São Paulo aprovam as recentes ações da Prefeitura e do governo do Estado na região da Cracolândia, no centro de São Paulo. Nesse aspecto, o índice de rejeição é de 34%.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade