Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Deputados fazem homenagem a Elon Musk, em ato de Bolsonaro

Dono da plataforma X ganha salva de palmas e discurso em inglês por estar na luta pela democracia.

Por Valéria França Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 8 Maio 2024, 13h04 - Publicado em 21 abr 2024, 12h18

Realizada na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, a manifestação do ex-presidente Jair Bolsonaro em favor da democracia começou com clima de patriotismo, misturado ao de culto evangélico. Depois do Hino Nacional, a ex-primeira dama Michelle Bolsonaro fez a abertura oficial do evento, por volta das 10h20, deste domingo (21), explicando que todos estavam ali reunidos pelos valores e princípios cristãos. A líder do PL Mulher também pediu que o público rezassem a oração do Pai Nosso. Mas logo que saiu do palco, a manifestação virou uma homenagem ao empresário Elon Musk, dono da Tesla e da rede social X (o antigo Twitter).

O deputado Gustavo Mayer (PL-GO), condenado pela justiça eleitoral a pagar 80 mil reais por assédio eleitoral no âmbito do trabalho, se empolgou tanto no discurso, que desandou a falar em inglês (macarrônico), apenas para que Elon Musk entendesse o apoio dos bolsonaristas, que dizem lutar em favor da democracia.

Em seguida subiu ao palco, o deputado Nikolas Ferreira (PL-MG), que foi no mesmo tom que o parlamentar anterior, porém sem se arriscar no inglês. “Quero deixar um agradecimento ao Elon Musk pelo que ele está fazendo”. Pediu um salva de palmas pela luta e pela liberdade. Depois finalizou: “Esse país não precisa de Projeto de Lei. Não precisa mais de emendas. Precisa de um homem com testosterona”.

Na primeira semana do mês, o multimilionário Elon Musk criticou o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, que determinou o bloqueio de contas da plataforma social, nos inquéritos das milícias digitais. O ministro foi chamado de “ditador” pelo empresário, que usou a rede para postar ataques diretos ao magistrado. Elon Musk acabou sendo incluído no inquérito das milícias. E no sábado (20), pediu um “retorno da razoabilidade” da Justiça brasileira”.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.