Clique e assine a partir de 9,90/mês

Citado na Lava Jato, presidente do PMDB fala em ‘serenidade’

Por Gabriel Castro, de Brasília - 7 mar 2015, 15h47

O presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), divulgou neste sábado uma breve nota em que diz aguardar com “serenidade” a divulgação dos motivos que levaram o Ministério Público Federal a incluí-lo na lista de parlamentares investigados do petrolão. No texto, o peemedebista não chegou a negar diretamente as acusações de que foi destinatário de parte dos recursos desviados da Petrobras. Disse apenas estar seguro de que, ao final, “as provas conduzirão à verdade dos fatos”.

Leia também:

Verdades inconvenientes

​​

Saiba quem são os políticos investigados

Reinaldo Azevedo: Cadê o Poder Executivo?

Radar: Cunha já admite hipótese de impeachment

Continua após a publicidade

Anastasia é único nome da oposição Petrolão

Cúpula do PT no Senado é atingida

Leandro Narloch: Dez revelações espantosas

STF vai investigar 39 parlamentares por quadrilha

Renan é investigado em três inquéritos na Lava Jato

PGR cobra Collor por ‘indícios veementes’ de lavagem

Vaccari, o Moch, será investigado como operador do PT

Continua após a publicidade
Publicidade