Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Bolsonaro está pronto para ser eleito no 1º turno, diz filho

Pesquisas de intenção de voto realizadas antes do ataque mostravam Bolsonaro à frente dos outros candidatos

Por Redação Atualizado em 7 set 2018, 12h32 - Publicado em 7 set 2018, 12h15

O deputado estadual Flavio Bolsonaro, filho do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), diz que o pai está mais forte do que nunca. O presidenciável levou uma facada na região do abdômen enquanto fazia uma caminhada de rua nesta quinta-feira em Juiz de Fora (MG) e foi operado às pressas.

Em seu perfil no Twitter, Flavio afirma que o pai está pronto para ser eleito no primeiro turno. “Jair Bolsonaro está mais forte do que nunca e pronto para ser eleito presidente do Brasil no 1° turno”, tuitou o deputado estadual.

Pesquisas de intenção de voto realizadas antes do ataque mostravam Bolsonaro à frente dos outros candidatos no primeiro turno, mas ele perdia para Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT) no segundo. No mercado financeiro, analistas acreditam que o candidato do PSL sairá fortalecido politicamente desse episódio.

“Bolsonaro tinha 9 segundos de propaganda na TV. Agora tem 24 horas de exposição em todos os veículos de mídia”, afirma Pablo Spyer, diretor de operações da Mirae.

Ontem, logo após a notícia do atentado se espalhar, a Bolsa acelerou seus ganhos, fechando em alta de 1,76%, e o dólar caiu para 4,10 reais. Entre as possibilidades levantadas pelo mercado é que o ataque a Bolsonaro amplie a aversão dos eleitores a candidaturas de esquerda.

Após passar por cirurgia na noite de quinta, Jair Bolsonaro, foi transferido para o Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, na manhã desta sexta-feira (7). O candidato foi transportado em um avião, que pousou em São Paulo às 9h45 da manhã. Do Aeroporto de Congonhas, ele foi transportado em um helicóptero até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do estado e de lá seguiu para o hospital, onde chegou por volta das 11 horas. A equipe médica que o acompanhou em Juiz de Fora afirmou que a expectativa é de que Bolsonaro tenha alta hospitalar de sete a dez dias, mas que a situação terá de ser avaliada diariamente.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês