Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsonaro diz em nota que Olavo ‘não contribui com objetivos do governo’

Segundo Rêgo Barros, o presidente entende que o escritor possui 'espírito patriótico' e tenta 'contribuir com a mudança e o futuro do Brasil'

O presidente Jair Bolsonaro reagiu nesta segunda-feira, 22, por meio de nota, às críticas do escritor Olavo de Carvalho a integrantes do governo federal, principalmente à ala militar do Palácio do Planalto. Bolsonaro afirmou, em comunicado lido pelo porta-voz, Otávio Rêgo Barros, que Olavo não contribui com os objetivos do governo.

“O professor Olavo de Carvalho teve um papel considerável na exposição das ideias conservadoras que se contrapuseram à mensagem anacrônica cultuada pela esquerda e que tanto mal fizeram ao nosso país. Entretanto, suas recentes declarações contra integrantes dos Poderes da República não contribuem para a unicidade de esforços e consequente atingimento dos objetivos propostos em nosso projeto de governo, que visam ao fim e ao cabo ao bem-estar da sociedade brasileira e ao soerguimento do Brasil no contexto das nações”, disse o porta-voz, ao ler a nota do presidente.

Conforme Rêgo Barros, o presidente entende que Olavo de Carvalho possui “espírito patriótico” e tenta “contribuir com a mudança e o futuro do Brasil”.

A afirmação de Olavo de Carvalho, em vídeo que foi posteriormente apagado tanto de sua conta quanto da conta de Jair Bolsonaro, que havia compartilhado o conteúdo, gerou resposta do vice-presidente, Hamilton Mourão. General do Exército, Mourão afirmou que Olavo deveria se limitar à sua função de astrólogo.

Redes sociais

Rêgo Barros também garantiu que o presidente Bolsonaro assume a responsabilidade pelo gerenciamento de suas redes sociais, após o compartilhamento do vídeo de Olavo em sua conta.

“O presidente entende que é muito importante ele assumir a responsabilidade por suas mídias sociais”, afirmou Rêgo Barros. Questionado, o porta-voz não respondeu se foi o presidente quem postou ou excluiu a sequência de críticas aos militares de seu canal de vídeos.

Filho do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) tem influência na administração das mídias sociais do pai e repassou aos seus seguidores o conteúdo com as críticas de Olavo. Ele elogiou o professor nesta segunda, entre reações do presidente e do vice.

O porta-voz disse que Bolsonaro considera importante a “unicidade de propósitos” entre os integrantes do governo federal.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. André Liberdade de Expressão é meu direito CF Art Quinto

    O colombiano foi bruxaria do Rasputin da Virgínia no governo! Viu como ficou o Ministério da Educação? Um pandemonio!! E o pior é que a molecada do Bolso é tudo aprendiz do bruxo. Deus nos ajude!

    Curtir