Clique e assine a partir de 9,90/mês

Apoiadores de Bolsonaro reclamam de truculência em disparo de gás pimenta

Homem resistia a se retirar de área que lhe daria visão privilegiada ao parlatório do Palácio do Planalto

Por Denise Chrispim Marin - Atualizado em 2 jan 2019, 15h39 - Publicado em 1 jan 2019, 15h03

Um eleitor de Jair Bolsonaro (PSL) foi atingido no rosto por gás pimenta lançado por um segurança da Presidência da República. Com ele, estavam outras pessoas. O homem de meia idade resistia a se retirar de uma área ao lado do bebedouro de água, que lhe daria visão privilegiada ao Parlatório, de onde Bolsonaro discursará ao público na cerimônia de posse na Presidência da República.

Seus acompanhantes denunciavam a truculência. Soldados da PM insistiram que os eleitores não podiam permanecer no local e levaram o homem atingido a atendimento médico. Os policiais ocuparam a área e criaram uma nova barreira, mais distante, para os apoiadores de Bolsonaro.

Publicidade