Clique e assine a partir de 9,90/mês

Alckmin minimiza ausência de Doria em caminhada com lideranças em SP

Assessoria de imprensa do ex-prefeito afirmou que tucano não conseguiu sair de um compromisso em Sorocaba a tempo de chegar na capital

Por Da Redação - 5 out 2018, 15h58

O candidato à presidência da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin, minimizou a ausência do ex-prefeito de São Paulo João Doria, seu afilhado político, na caminhada que fez com lideranças na capital paulista nesta sexta-feira 5.

Questionado sobre o comportamento de Doria, que dá sinais cada vez mais explícitos de que pode apoiar Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno, Alckmin reiterou ter certeza de que passará para a próxima fase.

“A campanha do Doria está aqui, na figura do Rodrigo Garcia (vice na chapa de Doria). Nossos aliados estão aqui na figura do Gilberto Kassab (presidente do PSD)”, emendou o tucano.

Na terça-feira (2), Doria aparece em um vídeo ao lado de um militante que pede votos para Bolsonaro para a presidência e para o ex-prefeito de São Paulo, que disputa o governo do estado. “Somos Bolsonaro, mas no estado somos Doria. Galera do Bolsonaro, vamos apoiar Doria no estado de São Paulo”, disse o rapaz, que se apresentou como Max. 

Continua após a publicidade

O ex-governador andou no calçadão entre o Teatro Municipal e a Praça da República, no centro da capital paulista. Entre as bandeiras que a militância carregava durante o ato, estava a de Doria. Segundo sua assessoria, o ex-prefeito não conseguiu decolar de Sorocaba a tempo para participar do ato.

Alckmin voltou a se dizer contra uma Constituinte como a proposta pelo candidato do PT, Fernando Haddad. “Perderíamos muito tempo. O Brasil precisa de três ou quatro mudanças constitucionais que podem ser feitas no começo do ano que vem”, disse.

(com Estadão Conteúdo)

Publicidade