Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

A vida política de Sérgio Cabral

O ex-governador do Rio de Janeiro foi preso na manhã desta quinta-feira no Rio. A prisão de Cabral acontece um dia depois da detenção de Anthony Garotinho

Por Da redação - Atualizado em 17 nov 2016, 08h55 - Publicado em 17 nov 2016, 08h21

O ex-governador do Rio de Janeiro iniciou sua vida política como deputado estadual em 1990, reeleito em 1994. Em 1992 e 1996, Cabral disputou a prefeitura do Rio, mas foi derrotado. Ele se elegeu senador em 2000 e, em 2006, disputou as eleições para o governo do Estado do Rio de Janeiro elegendo-se com o apoio de Anthony Garotinho e Pezão. Em 2010, Cabral foi reeleito.

LEIA TAMBÉM:
A ficha corrida de Anthony Garotinho
Ex-governador do Rio preso? Qual deles?

Em 2012, durante uma viagem a Paris, em companhia do dono da Delta Engenharia Fernando Cavendish e secretários da alta cúpula do governo, Cabral aparece em uma cena símbolo de seu estilo político. Uma foto mostra o grupo em um restaurante de luxo, em imagem de bagunça adolescente, dançando com guardanapos da cabeça.

O ex-governador e Cavendish eram amigos íntimos e fizeram diversas viagens juntos, incluindo hotéis de luxo e shows de rock. A Delta Engenharia faturou mais de 1,5 milhão de reais na gestão do ex-governador. Nas eleições de 2014, Cabral elegeu seu vice Luiz Fernando Pezão para o governo do Rio de Janeiro.

Publicidade