Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Publicidade

Notícias sobre Nova Friburgo

“Essas famílias que pagavam esse aluguel e viviam em lugares extremamente…  extremamente vulneráveis, que podiam ser atingidas a qualquer momento, hoje elas estão em outra situação. Por quê? Vocês vão pagar uma prestação, a diferença é que a prestação é muito menor, é até R$ 80… Eles me deram aqui uma informação, porque estou falando […]
Das 8 000 construções prometidas por Dilma, só 506 ficaram prontas. Candidato ao governo em 2014, Pezão vai inaugurar as obras ao longo da campanha eleitoral
Corpo de lavrador foi encontrado nesta quarta-feira, um dia após ser levado por uma correnteza na cidade de Trajano de Moraes; Nova Friburgo mantém alertas
“Temos de tomar providências” Conclusão curta e grossa do secretário nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional, coronel Humberto Viana, capturado por Celso Arnaldo após reunião no Palácio do Planalto, horas após o temporal que pegou Nova Friburgo de surpresa, deixando-a em estado de alerta e ao Deus-dará ─ e três meses depois […]
As sirenes da cidade voltaram a ser acionadas na noite desta terça, indicando que os moradores devem deixar suas casas e procurar um dos pontos de apoio
friburgo-leitor-a-voz-da-serra-original.jpeg
Brasil

Chuva põe Nova Friburgo e Teresópolis em alerta máximo

Por Cecília Ritto e Pâmela Oliveira 13 nov 2012, 10h59
Dois deslizamentos sem vítimas foram registradas na região serrana do Rio, onde mil pessoas morreram em janeiro de 2011
O jornalista Celso Arnaldo Araújo retoma, na seção O País Quer Saber, a incrível história do telefone de Nova Friburgo que, em janeiro de 2011, sobreviveu à inundação e às conversas entre o vice-governador do Rio de Janeiro, Pezão, e Dilma Rousseff.
CELSO ARNALDO ARAÚJO Lendo o nonsense de Dilma sobre o telefone mágico instalado na central de bolinhos de chuva de Nova Friburgo, presumi – embora o dilmês sempre dê margem a inúmeros sentidos em sua falta de sentido – que quem ficou na padaria, “na madrugada de vários dias”, foi o Pezão, não ela. Dilma […]
Ela e mais sete pessoas são acusados de formação de quadrilha, dispensa ilegal de licitação e peculato por contratos firmados após a enxurrada de 2011, quando quase mil pessoas morreram na Região Serrana
teresopolis-vanilda-foto-andre-oliveira2012-01-06-original.jpeg
Brasil

O pesadelo sem fim de quem perdeu tudo na enchente de 2011

Por André Oliveira e Daniela Schmid 7 jan 2012, 11h24
Moradores de Teresópolis, Nova Friburgo e Petrópolis perdem o sono a cada chuva, e ainda aguardam o cumprimento das promessas de reconstrução e prevenção
Publicidade