Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Venezuela define data para as eleições parlamentares: 6 de dezembro

A escolha do dia era uma das principais reivindicações de Leopoldo López, um dos presos políticos que está em greve de fome há praticamente um mês

A Venezuela, enfim, comunicou nesta segunda-feira que as eleições parlamentares serão realizadas no dia 6 de dezembro deste ano. O prazo para anunciar a data do pleito tinha vencido no final de maio. Os candidatos deverão se inscrever entre os dias 3 e 7 de agosto, enquanto as campanhas políticas durarão de 13 de novembro a 3 de dezembro. Segundo Tibisay Lucena, presidente do Conselho Eleitoral Nacional (CNE), o pleito terá estrutura idêntica ao que foi realizado há cinco anos e contará com a supervisão de observadores de organizações estrangeiras.

Leia também:

Venezuela diz que senadores brasileiros queriam ‘causar confusão’

Brasil convoca embaixadora venezuelana para explicar ataque a senadores

A definição de uma data e a presença de órgãos internacionais nas eleições eram duas das principais reivindicações da oposição venezuelana e de Leopoldo López, um dos presos políticos mantidos pelo governo de Nicolás Maduro. O opositor, que chefia o partido Vontade Popular, está há quase um mês em greve de fome em protesto contra a repressão no país bolivariano.

Mesmo diante do desmonte das instituições democráticas da Venezuela, Tibisay declarou que em nenhum momento o CNE indicou que não haveria eleições parlamentares neste ano. Ao estilo bolivariano, ela denunciou a “criação de uma realidade virtual nas redes sociais” por parte de “pequenas agrupações que pretendem ser políticas e impor sua vontade sobre todas as outras coisas”. A representante do órgão eleitoral disse que o pleito não sofrerá com irregularidades e classificou a Venezuela “como um dos lugares mais seguros do mundo”. “Somos o único país onde os resultados saem no mesmo dia da votação”, afirmou.

(Da redação)