Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tumulto em estádio de futebol deixa 17 mortos em Angola

Torcedores pisotearam uns aos outros ao tentarem entrar no estádio, na cidade de Uíge

Pelo menos 17 torcedores morreram e outros 56 ficaram feridos durante confusão em um estádio de futebol na cidade de Uíge, no norte de Angola, nesta sexta-feira. Segundo a polícia local, centenas de pessoas irromperam os portões do estádio após o início da partida, para derrubar uma barreira que bloqueava a entrada.

Muitos torcedores caíram e acabaram pisoteados durante o tumulto no Estádio Municipal 4 de Janeiro, informou a agência estatal Angop. Ernesto Luis, diretor do hospital local, afirmou que pessoas ficaram sufocadas no esmagamento. “Muitas tiveram que andar por cima das outras”, disse ele. Cinco dos feridos estão em estado grave.

Testemunhas disseram que a multidão tentando acesso teria levado o estádio além de sua capacidade de 8.000 pessoas. “Quando quisemos entrar, encontramos uma barreira. A primeira fileira de pessoas caiu e eu estava na terceira”, declarou João Silva, 37 anos, que sobreviveu à confusão com um pé quebrado.

Em entrevista ao jornal português Observador, o angolano Tekassala Toco relatou que a confusão teve início porque o ingressos começaram a ser vendidos pouco antes do horário do jogo. Um grande número de torcedores estaria na rua quando a partida teve início, iniciando o tumulto. Segundo Toco, a polícia teria usado gás lacrimogênio para dispersar a multidão, o que levou a mais correria e incidentes.

A partida entre Santa Rita de Cássia e Recreativo do Libolo era o jogo de estreia do Girabola de 2017, a primeira divisão do campeonato angolano.

(Com AFP e Reuters)