Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Trump diz ter tomado dose de reforço contra Covid e é vaiado por plateia

Declaração foi feita durante última parada da History Tour, uma série de entrevistas ao vivo junto ao ex-âncora da Fox News Bill O'Reilly

Por Da Redação
21 dez 2021, 08h54

O ex-presidente americano Donald Trump foi vaiado por apoiadores após afirmar que recebeu dose de reforço contra a Covid-19. A declaração foi feita na noite de domingo, 19 durante última parada da History Tour, uma série de entrevistas ao vivo junto ao ex-âncora da Fox News Bill O’Reilly.

“Tanto o presidente quanto eu estamos vacinados”, disse O’Reilly no American Airlines Center, em Dallas, no estado do Texas, sendo vaiado logo em seguida.

“Você recebeu a dose de reforço?”, perguntou ao ex-presidente, que respondeu “sim”. Em seguida, O’Reilly diz “eu também”, provocando mais vaias.

Continua após a publicidade

Diante das vaias, Trump abanou a mão e disse “não, não, não. É um grupo pequeno ali”.

Esta não é a primeira vez que Trump é contrariado por apoiadores quando fala publicamente sobre vacinas.

“Acredito totalmente nas liberdades. Você faz o que tiver que fazer. Mas eu recomendo, tome a vacina. Eu fiz isso. É bom. Tome a vacina”, disse durante no Alabama em agosto.

Continua após a publicidade

Embora Trump tenha se posicionado contra obrigatoriedade de vacinas, ele há tempos elogia os imunizantes desenvolvidos durante seu mandato, uma posição reiterada durante a entrevista.

Além disso, enquanto outros líderes americanos receberam suas doses publicamente para promover a campanha de vacinação, o republicano decidiu se vacinar sem muito alarde, um reconhecimento da impopularidade da vacina entre sua base. Ele tomou a primeira dose em janeiro, quando ainda estava na Casa Branca, sem presença da imprensa americana, e a informação só veio a público em março.

Continua após a publicidade

Um estudo do Centro de Pesquisas Pew divulgado em setembro indica que 73% dos adultos nos EUA tomaram ao menos uma dose da vacina, mas a adesão variava de acordo com a preferência política. Enquanto 86% dos democratas diziam ter tomado o imunizante, apenas 60% dos republicanos afirmavam ter se vacinado.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.