Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Trump diz que Hillary ameaça a segurança dos EUA

Após anúncio do FBI sobre reabertura de investigações contra Hillary, Trump disse que escândalo com e-mails é "maior que o Watergate"

Por Da redação 28 out 2016, 22h23

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, reagiu imediatamente ao anúncio de que o FBI reabrirá as investigações sobre os e-mails de sua adversária, a democrata Hillary Clinton. Em um comício na cidade de Manchester, New Hampshire, o magnata afirmou que a “corrupção de Hillary é de uma escala nunca vista”, sob gritos de “prendam ela!” da plateia de apoiadores.

Logo no início do evento, Trump anunciou a “notícia bombástica” sobre o caso e disse estar contente que o FBI e o Departamento de Justiça têm “a coragem de consertar os erros horríveis que fizeram” quando concluíram as investigações. “Estão reabrindo o caso sobre uma conduta criminosa e ilegal de Hillary, que ameaça a segurança dos Estados Unidos”, declarou. “Nós não podemos deixar que ela leve seu esquema criminoso para dentro do Salão Oval. Isso é maior que o Watergate”, afirmou Trump, se referindo ao escândalo que levou à renúncia do ex-presidente Richard Nixon.

O republicano também comentou que o caso pode significar uma mudança em sua teoria de que as eleições estão sendo manipuladas para prejudicá-lo. “Talvez não sejam tão manipuladas quanto eu pensava”, afirmou. O argumento vem sendo defendido por Trump em comícios e debates e levou o magnata a dizer que “vai pensar” se reconhecerá o resultado das urnas.

O FBI anunciou hoje que reabriu a investigação sobre o uso de um servidor privado de e-mails por Clinton durante seu período como secretária de Estado, entre os anos de 2009 e 2013. Segundo o diretor do órgão, James Comey, o objetivo é averiguar se as novas mensagens descobertas possuíam conteúdos sigilosos. Comey alegou em carta enviada a líderes do Congresso que novos e-mails surgiram, levando a agência a “tomar as atitudes apropriadas”.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade