Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump afirma que Pompeo está a caminho da Coreia do Norte

Secretário de Estado dos EUA acerta os detalhes para o histórico encontro entre o presidente americano e Kim Jong-un

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, está a caminho da Coreia do Norte para se encontrar com o ditador Kim Jong-un. O anúncio foi feito pelo próprio presidente Donald Trump, ao fim de sua coletiva de imprensa sobre o acordo nuclear do Irã, nesta terça-feira (08).

Trump afirmou que Pompeu chegaria na Coreia do Norte em “provavelmente uma hora” – ainda na tarde de hoje, no Brasil – para preparar seu esperado encontro com ditador norte-coreano, a primeira reunião na história entre Washington e Pyongyang.

“Neste exato momento, o secretário Pompeo está a caminho da Coreia do Norte em preparação para minha reunião com Kim Jong-un”, anunciou. “Planos estão sendo feitos, relacionamentos estão crescendo”, disse.

“Temos nossa reunião marcada. O local está escolhido. A hora, a data, tudo está escolhido”, completou, no final do anúncio desta terça-feira.

Pompeo e Kim já se encontraram em abril, em Pyongyang, quando o agora secretário ainda era diretor da CIA. A reunião só foi confirmada pela Casa Branca uma semana depois. Na ocasião, Trump afirmou que “o encontro transcorreu muito bem e uma boa relação foi estabelecida”, em sua conta no Twitter.

“Detalhes da Cúpula estão sendo trabalhados agora. A desnuclearização será uma grande coisa para o mundo, mas também para a Coreia do Norte!”, escreveu o presidente em 18 de abril.

Trump e Kim tem uma cúpula marcada para as próximas semanas. A data exata do encontro ainda não foi estabelecida, mas deve ser revelada nos próximos dias.

Há alguns meses, Trump e Kim estavam trocando ameaças e insultos, e os rápidos avanços da Coreia do Norte na busca de mísseis nucleares capazes de atingir os Estados Unidos geravam temores de um novo conflito na península coreana.

As tensões causadas pelos programas nuclear e de mísseis alcançaram os níveis mais elevados dos últimos anos em 2017. Kim Jong-un, contudo, se comprometeu no mês passado a suspender seus testes nucleares e lançamentos de mísseis balísticos de longo alcance.

O encontro entre Washington e Pyongyang acontecerá apenas algumas semanas após a história reunião de Kim com Moon Jae-in, presidente da Coreia do Sul. Os dois se reuniram na área de segurança conjunta (JSA), no coração da fronteira entre as duas Coreias.