Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Sobe para 183 desaparecidos no naufrágio de navio em Papua Nova Guiné

Por Da Redação 14 fev 2012, 07h29

Sydney (Austrália), 14 fev (EFE).- As autoridades de Papua Nova Guiné elevaram para 183 os desaparecidos no naufrágio do navio que afundou há duas semanas no litoral nordeste da ilha de Papua com 400 pessoas a bordo.

Nesta terça-feira, a companhia Star Shipping divulgou os nomes dos passageiros do Rabaul Queen que ainda não foram localizados, conforme o jornal ‘Post Courier’.

O escritório provincial de Gestão de Desastres reduziu na sexta-feira de 246 para 237 o número de resgatados vivos depois do afundamento da embarcação a 80 quilômetros de Lae, a segunda cidade do país.

Até o momento, as equipes de resgate recuperaram quatro corpos. Várias embarcações pequenas continuam vasculhando o litoral do arquipélago em busca de mais corpos.

Alguns sobreviventes relataram a uma rádio que o número de passageiros superava em 200 a capacidade permitida, que era de 310 pessoas.

O inspetor Samson Siguyaru declarou que a maioria dos passageiros era estudante e retornava a Lae a partir da localidade turística de Kimbe por causa do início das aulas e no interior da embarcação havia ‘crianças e idosos’.

O diretor-gerente da companhia de transporte marítimo, Peter Sharp, contou que o navio de 47 metros de comprimento, foi construído no Japão há 22 anos e que durante os últimos 11 fazia a rota regular entre Kimbe e Lae.

A localidade de Kimbe, considerada paraíso do mergulho, dispõe de vários serviços de transporte marítimo que interligam portos do arquipélago. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade