Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Sem recursos, venezuelanos abandonam seus cães

Os animais são amarrados em postes ou apenas deixados em ruas próximas aos poucos abrigos, que estão superlotados

Por Nathalia Watkins, de Caracas Atualizado em 6 dez 2016, 14h52 - Publicado em 6 dez 2016, 14h41

A crise econômica levou muitos venezuelanos a abandonarem seus animais de estimação. Na região de Los Teques, nos arredores de Caracas, o abrigo da Fundação de Amigos e Protetores dos Animais (FAMPROA) é um dos poucos a recolher animais deixados para trás por seus donos.

Apesar de funcionar há doze anos, no últimos meses o abrigo deixou de tomar a iniciativa de recolher animais abandonados – eles começaram a ser deixados todos os dias no local. Filhotes cães de raça e até cães deixados com carteira de vacinação chegam todos os dias para o lar da Maria Arteaga, professora aposentada de 53 anos. São poodles, goldens, boxers que aparecem amarrados a postes do lado de fora do abrigo improvisado. Ao todo,  vivem ali 120 animais, muito mais do que os pouco mais de 100 metros quadrados e cinco voluntários possam cuidar.

Leia também:
Especial: Duas mulheres vão às compras na terra da escassez
O colapso da saúde na Venezuela
Comerciante venezuelano usa balança para contar dinheiro

Para levar em conta os 50 quilos de ração necessários para alimentá-los diariamente, a superlotação é um desafio diário. “Em geral, chegam magros e feridos. Mas, ultimamente, aparecem alguns bem cuidados. Uma delas apareceu com uma carteira de vacinação, um vidro de xampu e um quilo de farinha ao lado”, diz Maria, enquanto acaricia os animais que latem incessantemente. “Sou agradecida por poder me dedicar aos animais, que são os mais agradecidos por receberem cuidados. Podem até não gostar do que há para comer um dia ou outro, mas amor não falta nunca”.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês