Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Rússia abre processo penal pelo acidente do Superjet 100 na Indonésia

Por Da Redação 10 Maio 2012, 10h08

Moscou, 10 mai (EFE).- O Comitê de Instrução (CI) da Rússia começou nesta quinta-feira um processo penal pelo acidente de um avião russo Superjet 100 (SSJ100) na Indonésia quando fazia um voo de exibição com 45 pessoas a bordo.

O processo foi aberto por suposta violação das normas de segurança de voo, explicou à agência ‘Interfax’ o porta-voz do CI Vladimir Markin.

‘Os investigadores deverão verificar os preparativos da tripulação para o voo, assim como o estado da aeronave antes de deixar a Rússia’, disse.

O porta-voz acrescentou que durante a investigação serão interrogados os técnicos que prepararam o avião para o voo, assim como representantes da fabricante da aeronave, a Sukhoi Civil Aircraft.

As equipes de resgate da Indonésia encontraram corpos nesta quinta-feira entre os restos do avião, que se chocou em uma região de difícil acesso do vulcão Salak, cerca de 60 quilômetros ao sul de Jacarta.

A aeronave desapareceu dos radares na quarta-feira quando sobrevoava o vulcão a cerca de 6.200 pés de altura (1.891 metros), depois de o piloto solicitar permissão para descer dos 10 mil aos 6 mil pés.

O SSJ100, que realizou seu primeiro voo comercial no dia 21 de abril de 2011, é um birreator regional com capacidade para até 95 passageiros. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade