Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Presidente filipino chama embaixador dos EUA de “gay filho da p*”

Rodrigo Duterte criticou o diplomata americano por ter "interferido" nas últimas eleições das Filipinas

Por Da redação 10 ago 2016, 09h11

O controverso presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, provocou uma nova disputa diplomática ao insultar o embaixador dos Estados Unidos no país, Philip Goldberg. Durante um discurso para soldados filipinos, Duterte afirmou que está “brigando com o embaixador” por discordâncias durante sua última campanha eleitoral. “Aquele embaixador gay, filho da p. Ele me irrita”, reclamou.

O presidente filipino e o diplomata entraram em conflito pela primeira vez em abril, quando Duterte disse que gostaria de ter estuprado uma “bela” missionária australiana, que foi abusada e assassinada em uma prisão nas Filipinas. Na época do comentário, Goldberg criticou o presidente, que estava em campanha para se eleger. “Ele interferiu nas eleições, fazendo comentários aqui e ali. Ele não deveria fazer isso”, disse Duterte.

Leia também:
Presidente das Filipinas pede que cidadãos “matem drogados”
Filipinas: candidato que faz piada com estupro e desdenha de direitos humanos é eleito presidente

O Departamento de Estado americano declarou nessa segunda-feira que o agente diplomático filipino nos Estados Unidos, Patrick Chuasoto, foi chamado para discutir os comentários do presidente. O porta-voz de relações exteriores das Filipinas, Charles Jose, confirmou o encontro, mas disse que o objetivo era apenas “discutir toda a relação com os Estados Unidos”, que segue forte.

Continua após a publicidade
Publicidade