Presidente eleito do México convidará Trump para sua cerimônia de posse

Relações entre México e EUA estão tensas desde que presidente americano propôs construir muro na fronteira entre as nações

Por Da Redação - 5 jul 2018, 19h51

O presidente eleito do México, Andrés Manuel López Obrador, disse nesta quinta-feira (5) que planeja convidar para sua cerimônia de posse, em 1º de dezembro, o líder americano Donald Trump, após meses de tensões entre os dois países.

“Vamos fazer o convite, somos países vizinhos, temos relações econômicas, comerciais, vínculos de amizade, nos importa muito a cooperação para o desenvolvimento. Temos 3.180 km de fronteira. De forma que o presidente Trump será convidado, vai depender de sua agenda e do que decidir”, disse López Obrador em coletiva de imprensa.

López Obrador declarou que também convidará o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, para sua posse, na qual também aguardam líderes de outros países.

As relações entre as duas nações ficaram tensas desde que Trump chegou ao poder e propôs construir um muro – pago pelo México – na zona fronteiriça e abandonar o vital Tratado de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta).

Publicidade

Após a sua vitória eleitoral, López Obrador falou com Trump por telefone em uma ligação que descreveu como “respeitosa”. Os dois não discutiram o tema do polêmico muro, porém o futuro presidente mexicano propôs a Trump um acordo para impulsionar projetos de desenvolvimento que gerem empregos no México e reduzam a migração para os Estados Unidos.

Na entrevista coletiva desta quinta, López Obrador também anunciou que o ex-prefeito da Cidade do México Marcelo Ebrard será o chanceler em seu futuro governo. Previamente havia nomeado para esse cargo o ex-embaixador na Dinamarca, Noruega e Islândia, Héctor Vasconcelos.

Agora Vasconcelos irá ao Senado, onde buscará dirigir a comissão de Relações Exteriores.

López Obrador disse que Ebrard trabalhará para preparar o seu encontro com o secretário americano de Estado, Mike Pompeo, que visitará o México na próxima sexta-feira, 13 de julho.

Publicidade

Disse ainda que Ebrard também preparará a sua participação na cúpula da Aliança do Pacífico – grupo composto por México, Chile, Peru e Colômbia – que será realizada em 24 de julho em Puerto Vallarta, no estado de Jalisco.

(Com AFP)

Publicidade