Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Presidente da Turquia diz que não vai se desculpar com a Rússia

Exército turco derrubou caça russo nesta terça-feira por invadir seu espaço aéreo. Putin nega invasão

Por Da Redação 26 nov 2015, 12h46

A Turquia não vai se desculpar por ter derrubado um avião russo nesta terça-feira. “Eu acho que, se há uma parte que deve pedir desculpas, não somos nós”, disse o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, em entrevista à emissora americana CNN nesta quinta-feira.

Segundo a Turquia, o seu exército abateu o caça Su-24 após este ter invadido o espaço aéreo turco, perto da fronteira com a Síria, e não ter respondido a dez avisos enviados pelos militares. O governo turco chegou a divulgar uma gravação registrando as advertências feitas ao pilotos. Já a Rússia afirma que o jato permaneceu o tempo todo em território sírio e nenhum aviso chegou à sua tripulação.

Leia também:

Piloto de avião russo derrubado pela Turquia é resgatado, diz Putin

Os dois pilotos estavam no avião russo no momento da queda se ejetaram do jato. Um deles foi resgatado nesta quarta-feira, e acredita-se que o outro foi morto por tiros disparados do chão. Um vídeo obtido pela agência Reuters mostra o corpo de um oficial, aparentemente morto, cercado por rebeldes turcomenos na Síria.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que a ação da Turquia foi uma “punhalada nas costas” que traria “graves consequências para as relações” entre as duas nações. Autoridades de Moscou desaconcelharam que os russos viajassem para o país, acusaram os turcos de fomentar o extremismo islâmico e lançaram restrições comerciais e inspeções contra uma série de itens exportados pela Turquia, o que deve piorar a relação bilateral entre as nações.

Erdogan criticou as medidas adotadas pelo governo de Putin. “Nós não achamos correto expandir o incidente, no qual o mundo todo acredita que nós estamos certos, para áreas políticas e econômicas”, disse. “Se a mesma violação ocorrer novamente hoje, a Turquia terá de responder uma vez mais da mesma maneira.”

(Da redação)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês