Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Prêmio Nobel é hospitalizado e esposa, encontrada morta nos EUA

Casal havia desaparecido de sua casa no estado de Indiana na segunda-feira; nesta quinta-feira, ambos foram encontrados em um aterro em Illinois

O vencedor do prêmio Nobel de química, o japonês Ei-ichi Negishi, e sua esposa, Sumire Negishi, foram encontrados nesta quinta-feira em um aterro no estado de Illinois, nos Estados Unidos, três dias depois de terem desaparecido de sua casa no estado da Indiana. Segundo a imprensa americana, a mulher foi encontrada morta e o homem foi hospitalizado na cidade de Rockford.

O casal foi visto pela última vez na segunda-feira próximo à Purdue University, universidade em que Ei-ichi Negishi dava aulas de química. Segundo a polícia, o corpo de Sumire Negishi e o carro do casal foram encontrados em um aterro em Rockford, enquanto Ei-ichi foi encontrado vagando pela estrada nas proximidades.

O caso está sob investigação, mas a polícia já adiantou que não suspeita de um crime.

Sumire Negishi, de 80 anos, sofria de um estágio avançado de Parkinson. Ao canal WTRH, os familiares afirmaram acreditar que o casal estava tentando encontrar o caminho para o aeroporto e ficou “desorientado” ao longo do trajeto. O corpo e o carro foram encontrados a 12 quilômetros do Chicago Rockford International Airport.

Veja também

Em comunicado, o presidente da Purdue University, Mitch Daniels, lamentou o ocorrido. “Durante toda a vida de amor e lealdade, ela apoiou o marido em uma carreira de tremenda contribuição para a ciência e para o ensino e treinamento de gerações subsequentes de grandes cientistas”.

“Parece que a doença de Parkinson de que sofreu e a confusão mental que a idade pode trazer para as mentes mais brilhantes combinaram para produzir os recentes acontecimentos trágicos. Que esses fenômenos tão comuns que não tornem suas consequências menos cruéis”.

Ei-ichi Negishi ganhou o Nobel de Química em 2010 juntamente com outros dois professores.