Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Por que Stephen Hawking nunca ganhou um Nobel?

Físico revolucionou a forma como vemos e estudamos o universo

Stephen Hawking, que morreu em sua casa em Cambridge, na Grã-Bretanha, na madrugada desta quarta-feira, era considerado por muitos o grande gênio de uma geração. Autor de livros que ajudaram a explicar ao público leigo, com uma linguagem acessível e apelo pop, o mundo da astrofísica, o cientista desenvolveu estudos sobre gravidade, teoria quântica, relatividade e, acima de tudo, buracos negros.

Suas descobertas revolucionaram a forma como vemos e estudamos o universo. Um de seus trabalhos, em parceria com o físico Roger Penrose, sobre a teoria da relatividade de Albert Einstein, mostrou que houve um começo no espaço e no tempo – o Big Bang – e com isso o surgimento dos buracos negros.

Mas então por que, apesar de toda sua genialidade e descobertas pioneiras, Stephen Hawking nunca ganhou um prêmio Nobel de Física? A resposta é, na verdade, bastante prática. As descobertas científicas teóricas devem ser confirmadas com observações antes que haja a possibilidade de receberem um Nobel. E é bastante difícil observar um buraco negro.

A teoria do cientista, denominada Radiação Hawking, baseava-se em conceitos matemáticos decorrentes da mecânica quântica. Explicava que os buracos negros acabam “evaporando” e desaparecendo devido à emissão de radiação.

Embora a teoria tenha sido amplamente aceita pela comunidade científica, os astrônomos e físicos nunca conseguiram provar que a Radiação Hawking existia. Porém, se a teoria já tivesse sido provada, o Nobel certamente seria de Hawking.

Décadas são necessárias para construir os equipamentos científicos para testar descobertas teóricas e colocá-las em contexto. A teoria das ondas gravitacionais de Einstein, proposta por ele na década de 1920, só foi comprovada em 2016.

A tecnologia necessária para observar e comprovar a Radiação Hawking provavelmente levará anos para ser construída e custará milhões de dólares.

Em janeiro de 2016, o cientista deu uma entrevista à emissora BBC na qual brincou sobre o fato de nunca ter ganhado o prêmio. “As pessoas procuraram miniburacos negros, mas até agora não encontraram nada. É uma pena porque, se tivessem, eu teria um Prêmio Nobel”, afirmou.