Clique e assine com até 92% de desconto

Por que a Coreia do Norte e do Sul se separaram?

Após a Segunda Guerra Mundial, americanos e soviéticos estavam na Península da Coreia

Por Da Redação Atualizado em 11 set 2017, 10h39 - Publicado em 9 set 2017, 08h40

Na II Guerra Mundial, os americanos lutaram na Coreia contra o Império Japonês, aliado da Alemanha nazista e da Itália fascista. Oito dias antes da rendição japonesa, em 1945, o Exército soviético também entrou na disputa, invadiu a Península coreana pelo norte e ajudou na disputa contra os nipônicos.

Como os soviéticos avançavam rapidamente, gerou-se o medo de que eles tomariam toda a península.

Na noite do dia 11 de agosto, dois coronéis em Washington pegaram um pequeno mapa da revista National Geographic e escolheram o paralelo 38 para traçar uma linha no mapa.

Coreias
Coreias Reprodução/Reprodução

Com a divisão, 2/3 da população do país ficaram para o sul, assim como a maior parte das terras férteis. O presidente Harry Truman apoiou a divisão. Josef Stalin, surpreendentemente, também. Com supervisão da ONU, a Coreia do Sul realizou eleições em agosto de 1948. Nascia assim a República da Coreia. No mês seguinte surgiu a República Democrática do Povo da Coreia, comandada por Kim il-Sung, ou Coreia do Norte.

  • Leia esta reportagem na íntegra assinando o site de VEJA ou compre a edição desta semana para iOS e Android.

    Aproveite também: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

    Continua após a publicidade
    Publicidade