Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Polícia turca divulga imagem de suspeito de ataque a boate

Atirador não teve nome divulgado e segue foragido. Atentado terrorista matou 39 pessoas e deixou 69 feridas, em Istambul

Por da redação Atualizado em 3 jan 2017, 09h51 - Publicado em 3 jan 2017, 09h07

A polícia da Turquia divulgou nesta terça-feira o nome e as primeiras imagens do principal suspeito de ter atacado a boate Reina, em Istambul, na festa de réveillon do último domingo. O atirador Lakhe Mashrapov, que matou 39 pessoas e deixou 69 feridas, é natural do Quirguistão e segue foragido, informou a rede de televisão pública TRT. O Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque.

  • Nas imagens, retiradas de um vídeo ao estilo selfie, se vê Mashrapov, de 28 anos, caminhando pela Praça Taksim, no centro de Istambul. Pela decoração da praça, acredita-se que o vídeo foi gravado antes do ataque na boate.

    O autor do massacre combateu nas fileiras do EI na Síria e de lá conseguiu chegar à Turquia, informou o jornal Hurriyet nesta terça-feira. O extremista utilizou carregadores duplos para otimizar o tempo de recarga das armas e mirou sempre no tórax das vítimas, completou a publicação.

    Segundo o jornal Haberturk, Mashrapov chegou em novembro passado a Konya, no sul do país, com sua esposa e seus dois filhos “para não chamar a atenção”. A esposa do extremista formaria parte do grupo de 12 pessoas atualmente detidas em conexão com o massacre.

    O diário Cumhuriyet assegura que falou com a esposa do terrorista e que ela contou que a família vem do Quirguistão. “Eu ouvi sobre o ataque pela televisão. Não sabia que meu marido era simpatizante (do EI)”, disse a mulher ao jornal.

    A polícia turca continua hoje com suas intensas operações simultâneas em vários pontos de Istambul, para capturar o assassino. Após o ataque na boate, o suspeito entrou em um táxi e de lá chamou alguém que se encontrava no bairro de Zeytinburnu.

    Boate em Istambul é alvo de terrorismo
    Mulher ferida é transportada para uma ambulância após um tiroteio durante uma festa de Ano Novo em uma boate em Istambul, na Turquia Murat Ergin/Ihlas News Agency/Reuters

    (com AFP e EFE)

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade