Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia crê que van foi deliberadamente conduzida para a direção errada

Testemunhas contaram que o motorista jogou a van em direção aos pedestres na calçada e continuou dirigindo pela direção errada

A polícia do Canadá segue investigando o atropelamento que deixou 10 pessoas mortas e 15 feridas em Toronto. O autor do ataque foi identificado como Alex Minassian, de 25 anos, oriundo de uma cidade vizinha. Ele foi capturado 30 minutos depois dos atropelamentos e está preso. A polícia não fala em ato terrorista, mas disse acreditar que foi um ato deliberado.

Segundo relato de testemunhas, Minassian jogou a van contra os pedestres na calçada e continuou dirigindo na direção errada de modo que parecia proposital. O chefe da polícia de Toronto, Mark Saunders, reforçou aos repórteres acreditar que o motorista conduziu deliberadamente a van na direção errada, pois o veículo teria subido na calçada e trafegado desta maneira por aproximadamente três quilômetros.

Os motivos de Alex Minassian ainda são desconhecidos. As autoridades informaram que não estão tratando o caso como atentado terrorista, embora também não descartem a possibilidade. “Os eventos que aconteceram são horrendos”, disse o ministro da Segurança Pública do Canadá, Ralph Goodale. “Mas eles não parecem estar ligados de alguma forma à segurança nacional com base nas informações disponíveis no momento”.

Minassian é esperado para aparecer em corte na manhã desta terça-feira.

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, expressou suas condolências às vítimas e familiares. “Todos nós devemos nos sentir seguros andando em nossas cidades e comunidades”, disse em um comunicado. “Estamos monitorando de perto essa situação e continuaremos trabalhando com nossos parceiros de aplicação da lei em todo o país para garantir a segurança de todos os canadenses”.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se pronunciou sobre o incidente que classificou de “tragédia”. “Os Estados Unidos apoiam o povo canadense após o trágico fato de Toronto, onde uma caminhonete atropelou uma multidão de pessoas, matando várias e ferindo muito mais”, disse Trump, através de um comunicado.

Após o episódio, a cidade de Nova York reforçou sua segurança. Um procedimento habitual aplicado quando há algum atentado em outras cidades dos Estados Unidos, com alvos que podem ter semelhanças com locais de Nova York com maior concentração de pessoas. A distância entre Toronto e Nova York é de 800 quilômetros.

(Com EFE)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Paulo Bandarra

    O maluco tentou várias vezes ser morto pelo policial ameaçando falsamente que iria atirar. Até ser finalmente dominado e preso.

    Curtir