Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem é detido em Bruxelas por “suspeita de bomba”

Após deter o suspeito, a polícia descobriu que se tratava de um estudante universitário pesquisando sobre "ondas e radiação"

A polícia isolou uma praça no centro de Bruxelas, na Bélgica, e chamou um esquadrão antibombas, após relatos sobre um sujeito que vestia um grande casaco de inverno e agia de maneira suspeita, nesta quarta-feira. A operação terminou após quatro horas, quando descobriu-se que o homem era um estudante universitário que fazia pesquisa sobre “ondas e radiações”, com um equipamento inofensivo.

Pessoas que passavam pela região da Place de la Monnaie contataram a polícia após avistarem um homem que vestia um casaco pesado, apesar de ser um dia quente de verão, e que tinha algo parecido com fios por dentro da roupa, relatou um porta-voz. “Decidimos não correr riscos. A pessoa foi parada e mantida à distância”, afirmou a polícia.

Leia também:
Homem ataca passageiros com machado em trem na Alemanha
15 feridos de Nice estão entre a vida e a morte, diz Hollande
Terrorista de Nice armazenava imagens de Bin Laden e do EI

Fotos que circularam nas redes sociais mostraram um homem ajoelhado, enquanto agentes apontam armas para ele. Segundo a rede BBC, o esquadrão de operações especiais foi até o local com equipamentos para desmontar explosivos e ruas da região foram isoladas. Após o fim da operação, a Justiça “deve indiciá-lo apenas para recuperar os gastos com a operação”, disse à imprensa um representante da Polícia de Bruxelas, Christian De Coninck.

A Bélgica está em alerta, um dia antes de um feriado nacional, por medo de que o país possa ser alvo de ataques terroristas, depois do atentado na semana passada em Nice, na França. Em março deste ano, 35 pessoas morreram em ataques com bombas na cidade de Bruxelas.

(Com Reuters)